quarta-feira, 30 de novembro de 2016

A Criança com sol em Sagijtáio 1








A Criança com Sol em Sagitário 1

Nono signo do Zodíaco
Planeta regente: Júpiter
Elemento: Fogo

"O herói está sempre a se tornar algo, a vir-a-ser. Ele deve conquistar o direito de se tornar herói e rei, bem como um veículo adequado para os deuses que são seus pais".

A criança de Sagitário é expansiva, otimista, amigável, iluminada com a alegria e as Graças de Júpiter.

Palavras chaves que mostram o caminho que a  criança que tem o Sol em Sagitário  precisa seguir para desenvolver um ego saudável e um senso de individualidade:

- Necessidade de ser “abençoada”, amada, de ser aceita pela família. A casa é um espaço sagrado e o acolhimento da criança é uma experiência da Graça da Vida, de Júpiter, de Deus. - A criança que é amada sente que a  Vida  abençoa seus passos.

- Um instinto religiosos natural mobiliza a experiência com o Divino, com a Fé. Desde a meninice poder haver uma reflexão sobre as questões mais profundas a respeito do significado da vida.

Oração de Consagração e de Proteção





Oração  de Consagração da meu lar e de Proteção

Dharmadhannya
Seria bom gravar esta oração e ouvir antes de dormir e antes de acordar.
É recomendada para todos os dias!

Esta prece  está estruturada para que haja um salto de consciência, e  por  isso  há algumas repetições, o objetivo é plasmar esta realidade, para que  sua mente teça a ponte da Graça
de Deus .
Repita mentalmente ou em voz alta:

Dentro do circulo infinito da Divina Presença, que me envolve inteiramente, afirmo:
Agora, no tempo eterno da minha realidade  há uma só Presença aqui, é a da Harmonia da Beleza do amor em minha aura, em minha Alma, em minha mente, em meu 
corpo, em minha casa, em meu trabalho,  em minha 
vida e onde eu estiver -   que faz vibrar todos os corações de felicidade, fraternidade, amor e alegria.

Agora estou envolvida por uma luz branca radiante da Harmonia e quem quer que se aproxime de mim sentirá a vibração da minha Divina Presença. Eu Sou harmonia, amor-sabedoria e beleza.

Eu sou o que o Criador é. 
Logo, Eu Sou a Luz,  Eu  Sou Luz.
Eu Sou a Harmonia que há na Beleza do amor.
 Eu sou o Amor.
Eu Sou um ser de Luz pleno da inteligencia divina.

Hoje eu Sou a Fonte do Amor e diariamente eu recebo  da Fonte do Universo o Amor.
Eu dou  Amor e recebo Amor.

Oração para atrair a prosperidade para o Ano Novo





Decreto para atrair a Prosperidade para o Ano Novo

Dharmadhannya 

Eu creio  no Poder e na Graça de Deus
e que minha oração de fé, está manifestada agora.

Eu sou Uno com o Pai/Mãe,
Filho/Jesus Cristo
e Espirito Santo.
Amem!

Eu Sou o Espelho da mente Universal.
Eu e Pai somos um-a só consciência.
Eu sou a Fonte
Eu  sou Luz
Aqui e agora a luz da Vontade de Deus
brilha no símbolo do Infinito
que ascende em minha mente.

Aqui e agora Eu Sou a
Graça do Espírito Santo da Boa Sorte!

"Diariamente eu recebo a orientação da mente Divina, da consciência Cósmica para o meu Bem e para o bem de todos.

As portas do dharma se abrirão em 2017 e eu assumo
meu verdadeiro lugar na vida.

“Sei que o meu bem é este momento mesmo. Creio em meu coração que posso profetizar para mim a harmonia, saúde, paz e alegria para 2017. 

 Entronizo, o conceito de paz, sucesso e prosperidade em minha men­te neste momento. Sei e creio que esses pensamentos (sementes) crescerão e se manifestarão em minha experiência no ano de 2017

Para evitar o diabetes




Precisamos proteger o pâncreas das nossas crianças e evitar  alimentação com muito açucar como  refrigerantes, e doces. A saude do adulto está na raiz da infância. Dharmadhannya


Para evitar o diabetes


http://www.lersaude.com.br/diabetes-tipo-2-como-descobrir-que-tenho-a-doenca/
Apresentar níveis de glicose acima do normal no sangue não é sentença de que se vai desenvolver a doença. Há muito que pode ser feito para frear o processo.

Cada dia mais pessoas engrossam um número que não trás orgulho para sistema de saúde algum:

 A quantidade de indivíduos com diabetes no Brasil cresceu de 5,5% da população em 2006 para 6,9% em 2013. Esses são os dados da pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção de Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), do Ministério da Saúde.

 É um mal que cresce com a idade – entre 18 e 24 anos, 0,8% é diabético, enquanto depois dos 60 anos esse número chega a 22,1%. Como a população está cada dia envelhecendo e engordando, não é de se estranhar que esse número aumente tanto. Mas uma quantidade significativa de pessoas não contabilizadas está em situação limítrofe, a chamada pré-diabetes.

O que é ser pré-diabético
“Um indivíduo é classificado pré-diabético quando tem glicemia de jejum entre 100 e 126 mg/dl, ou seja, são pessoas que têm uma quantidade de açúcar no sangue acima da considerada ideal, mas ainda não precisam tomar medicamentos”, explica a endocrinologista Mariana Narbot (SP). 

Estamos falando aqui basicamente do diabetes tipo 2 (o tipo 1 é uma doença autoimune em que as células do pâncreas são destruídas) que, apesar do componente genético, está muito mais relacionado aos maus hábitos.
Progresso lento e perigoso

O tipo 2 é uma doença de instalação lenta e progressiva. Começa com uma dificuldade na ação da insulina – hormônio que permite que o açúcar seja absorvido pelas células, que vai progredindo para uma falha na produção do hormônio, quando o diabetes 2 realmente se instala. 

A alimentação contribui para isso. Alguns alimentos fazem com que a taxa de açúcar no sangue suba muito. Os doces estão no topo da pirâmide, pois são ricos em glicose.

terça-feira, 29 de novembro de 2016

A Intuição e a Mente Divina





O TERCEIRO CANAL: AS FACULDADES INTUITIVAS

O poder da Mente Divina interior é ativado pelas faculdades intuitivas.
Todos possuímos um pouco de capacidade psíquica e intuitiva.

Ela pode ser desenvolvida habilitando-o a receber orientação divina em todos os atos. É possível ao homem conhecer o futuro, não todos os fatos específicos, é claro, mas a tendência geral de sua vida e destino.

Observe como tal poder atua em dois dos maiores milagres da natureza: você já viu, sem dúvida, minúsculos girinos em um regato no campo.

Trata-se de uma pequena e agitada cria­tura, com uma longa cauda, mas sem pernas ainda e que certa­mente não se parece nem um pouco com uma rã nesse estágio de metamorfose. Pouco tempo depois, a cauda desaparece por completo e alí começa a criar pernas, assumindo, finalmente, a forma de rã.
Inerente ao girino há a imagem da rã.

Pode-se dizer que essa pequena e humilde criatura conhece seu destino final. O modelo está no interior de suas células corporais e no tipo de mente que porventura possua.

Poder-se-ia dizer o mesmo da rastejante lagarta. Ela certamente não se parece com uma borboleta de douradas asas.

Algum instinto na criatura, contudo, leva-a a tecer o casulo, dormir durante todo o longo inverno e emergir na primavera seguinte em triunfo final como uma criatura alada, habitante das alturas do celeste azul.

Inerente à lagarta havia a sabedoria divina e o dom de profecia, que a levaram a tecer o casulo e a transformar-se em borboleta. Pode-se dizer que a lagarta conhecia o próprio destino.

Observe que a inteligência cósmica produz no solo os ali­mentos, a madeira, o ouro, o petróleo e o carvão de que a humanidade vem precisando para sobreviver através das eras.

Embora os recursos naturais estejam sendo rapidamente con­sumidos, as gerações futuras poderão ser aquecidas e motori­zadas com o emprego de energia atômica libertada pela fissão do átomo.

Lembre-se também dos imensos recursos que a Inteligência cósmica colocou nos mares do mundo: o peixe como alimento, o ouro, os diamantes e o petróleo em abundância, que o homem ora aprende a explorar.

Procure compreender o milagre da árvore em crescimento, dando ao homem abrigo, alimento, madeira, borracha, açúcar, frutas em abundância, perfume e flores. A Mente Cósmica não negligenciou um único aspecto das necessidades humanas quan­do criou o universo.
Observe a natureza e compreenda a vontade, o amor e a inteligencia de Deus em ação.

Observe que as correntes de poder mental divino da Mente Cósmica atuam até mesmo nas formas mais humildes da cria­ção.
As andorinhas de Capistrano sempre sabem qual o dia exato de voar de volta aos seus ninhos na famosa missão.
O salmão sabe quando subir a corrente para desovar e completar seu ciclo vital.

Uma enguia no mar de Saragossa refaz uma viagem de quatro mil e oitocentos quilômetros até o local onde nasceu, para pôr os ovos e chocar a ninhada.

Tão exata é sua memória cósmica que ela jamais esquece o local onde foi concebida.

Na natureza, a Mente Cósmica deu a todas as suas cria­turas uma cobertura protetora ou camuflagem para que pu­dessem perpetuar-se: a serpente tem o couro sarapintado e colo­rido de acordo com o meio em que vive;

o caranguejo e o tatu receberam uma couraça óssea para defendê-los dos inimigos; a lula e o polvo projetam um jato de substância escura, escon­dendo-se nessa espécie de nuvem quando em perigo;

a áspide incha, alcançando um tamanho formidável, para amedrontar os inimigos; certa espécie de lagarto solta a cauda quando preso, criando depois uma nova.

Milhares de espantosos milagres como esses ocorrem no reino da natureza.

Examinando-os com atenção, ficamos forçosamente convencidos de que há, em atividade no universo, al­guma inteligência superior que não apenas criou todas as coisas mas também as sustenta com um miraculoso sistema de ins­tinto e inteligência inerentes, fazendo-as, automaticamente, perpetuar a espécie e sobreviver.

Eu Sou Um-a só consciência com o Uno.
Eu sou a herdeira natural da memória do Criador.

Eu sou UNO.

A MENTE DIVINA RESIDENTE NO HOMEM


COMO ESTABELECER CONTATO COM AS CORRENTES
DIVINAS DO PODER MENTAL DO COSMOS

Há poder miraculoso em todas as folhas de relva
e mistério divino em todos os ovos dos pássaros.
A despeito de todos os seus conhecimentos científicos e de suas habilidades, o homem não conseguiu ainda reproduzir as forças misteriosas do cosmos.

O homem comum não conseguiu espelhar o Pensador, a mente de Deus.

Pode, no entanto, aliar-se a elas e praticar atos aparentemente milagrosos.

Note que a inteligência cósmica criou as árvores para que respirassem o bióxido de carbono exalado por seres humanos e animais e fornecessem em troca oxigênio fresco e vivificador.

A MENTE DIVINA RESIDENTE NO HOMEM
Ao ser interrogado sobre seus espantosos milagres, o Mestre Metafísico Jesus respondeu:

«Não sou eu, mas o Pai interior. É ele quem realiza o trabalho.»

Quem é esse misterioso pai interior de que falava Jesus? Evidentemente, era um poder mais alto do que a própria mente consciente do Mestre ou ele não teria feito referência tão clara ao mesmo.

Uma imensa onda de poder cósmico flui e
reflui por todos os interstícios do universo;

Uma  inteligente memória  divina ativa Flui e reflui
em sua em suas células, no seu DNA, em sua mente.

Referimo-nos à inteligência macrocósmica cria­tiva da Mente Cósmica,  a mente microcósmica do homem  espelha a Inteligencia macrocósmica Universal Divina que é responsável por todas as coisas criadas e sustentáculo do universo.

Logo que aprender a estabelecer contato com as correntes divinas do poder mental do cosmos, você sintonizará com o infinito e terá todo o poder metafísico que deseja.

Vamos estudar agora os métodos mediante os quais o poder cósmico irradia-se por toda a criação e aprender o meio pelo qual poderemos valer-nos de sua onisciência, onipotência e oni­presença.

Hoje, graças à moderna compreensão da psique humana e a estudos de psicólogos e cientistas, sabemos que nessa decla­ração Jesus se referia ao poder da Mente Divina que se irradia dos seres humanos e através deles.

Sabemos, ainda, que o homem pode também estabelecer contato com essas correntes divinas e realizar toda espécie de milagres.

Ao tomarmos conhecimento dos milagres de cura realiza­dos pela oração, pela fé e pela meditação espiritual, somos obrigados a convencer-nos de que alguma superforça dinâmica é posta em movimento na consciência humana, realizando a cura do corpo.

Esse poder da Mente Divina, fluindo por todo o cosmos, concentra-se em correntes dinâmicas na consciência do homem e, tão logo ele aprende a libertar tal energia espiritual, pode, li­teralmente, fazer milagres.




CINCO CANAIS DE AÇÃO DA MENTE DIVINA
Se você, caro leitor, quer utilizar o poder da Mente Divina, é preciso aprender, de início, como ele funciona.

Da mesma maneira que, há milhões de anos, a eletricidade se encontrava na atmosfera e podia ser aproveitada pelo homem, o poder da Mente Divina está também à disposição de todos aqueles que queiram usá-lo.

Mas primeiro é necessário conhecer as leis dinâmicas universais segundo as quais ele atua.

São cinco os canais através dos quais fluem as correntes de poder da Mente Divina, a saber:

1.            A mente consciente, volitiva, que dá ao homem o poder de escolher seu destino e os acontecimentos de sua vida.
2.            As percepções dos sentidos, que lhe revelam o universo físico e material.

3.            As faculdades intuitivas, que põem em ação a Mente Divina: o psiquismo e a percepção extra-sensorial.


4.            A percepção da alma, ou consciência espiritual interior do homem, através da qual lhe fala Deus no silêncio de sua alma imortal. A percepção, pelo homem, de sua imortalidade e divindade.

5.            A Memória Cósmica, ou inteligência da célula e o repo­sitório das memórias raciais, armazenada em fórmulas químicas e celulares para promover a criação de todos os seres vivos do universo.

A memória de Deus e a realização final do homem através da Consciência ou Percepção Cósmica.

O PRIMEIRO CANAL: A MENTE CONSCIENTE
A mente consciente do homem é conhecida também como mente objetiva. É ela que o torna consciente de si mesmo, de suas faculdades mentais, do mundo externo e objetivo em que vive.

É através da mente consciente que tomamos conhecimento do cosmos e de sua organização perfeita. É nela que o homem sente a necessidade de adorar uma inteligência superior a que chamou de Deus.


É nessa esfera de controle consciente que sentimos a necessidade de aliar-nos a alguma força imensa, superior, que intuitivamente sentimos que nos criou e a todo o universo.
É a mente consciente que escolhe aqueles que farão parte de nossa vida e que nos ajuda a modelar o destino. í: também a força que contribui para que ensejemos certos fatos que cons­tituem o modelo de nosso destino.

Disse alguém, com muita razão:
«O destino não é uma questão de acaso, mas de escolha. Não é algo por que se espere, mas algo que se deve realizar.»

Leis que Governam a Mente Consciente
A mente consciente somente poderá refletir o poder mais alto da Mente Divina quando o indivíduo tornar-se consciente de sua verdadeira divindade.

Quando o homem sabe que nele reside esse poder divino, como reside em todas as células dos universos visível e invisível, é saturado por uma nova força geradora de vida e passa a haver uma nova finalidade e signi­ficado em toda a sua vida.

A mente consciente, volitiva, é pautada por leis que o homem precisa conhecer se quiser aproveitar a sua própria eficiência e o seu poder dinâmico inerente.

1.            A Lei da Ordem. Essa lei é de natureza cósmica, por­quanto se aplica a toda a criação. Há ordem nos céus. Os pla­netas giram, sem confusão ou colisão, em suas órbitas.

Pense nos incontáveis bilhões de estrelas e sistemas solares, mais vastos do que o nosso, parte de um plano cósmico tão imenso que excede à compreensão da mente humana.

Observe também que esses planetas obedecem a um tal sistema de ordem em seu percurso pelo espaço, que por eles acertamos nossos relógios terrenos.

É importante que o estudante sinta o Tao, o Ki em seu corpo, em sua mente. E, assim sentir o poder da Unidade, do Pensador, do universo no seu mundo interno.

Eu e o Pai somos Um-a só consciência.




Reproduza essa lei da ordem em sua mente. Faça uma programação e viva de acordo com ela. Prepare uma lista diária de tudo o que quer realizar no dia. Fundamente em um plano ou sistema tudo aquilo o que fizer.

Anote diariamente suas despesas. O sistema de Rockefeller, sobre o qual ele edificou uma imensa fortuna, consistia em anotar todos os gastos, mesmo que de alguns centavos. Os seus hábitos mentais de ordem e sistema estenderam-se mais tarde a um vasto império financeiro e transformaram-no em multi­milionário.

O estudante das leis divinas respeita as leis, procura não transgredir os seus limites e não  agride a natureza, os animais, o outro e procura viver em harmonia e no Tao.

2.            A Lei do Equilíbrio. Jamais permita que sua mente se descontrole, pois a lei do equilíbrio da natureza dispõe que te­remos que pagar um preço por todos os excessos.

A lei do equilíbrio assemelha-se ao movimento de um pêndulo; o mesmo arco descrito no movimento para cima deve ser reproduzido no movimento para baixo.

Se você se entrega em excesso à emo­ção ou aos prazeres, a natureza aplica-lhe uma penalidade a fim de manter a lei do equilíbrio.

Se não dorme o suficiente durante uma noite, é preciso que compense a falta no dia se­guinte ou sentirá fadiga e ineficiência mental.

O excesso de bebidas alcoólicas, fumo ou comprimidos para dormir terá que ser pago pela reação do corpo aos venenos lançados na circula­ção sanguínea, pela diminuição da resistência e subsequente colapso de todas as funções corporais.

O poder da Mente Divina em ação na mente consciente do homem é uma força delicadamente equilibrada que rapidamente, se retira ao ser transgredida essa lei.
Todos os dias, equilibre trabalho com distrações e amor físico com adoração, de modo a evitar excessos em todas as esferas da vida.



3.            A Lei da Racionalidade ou Razão. A mente consciente trabalha melhor com a Mente Divina quando o indivíduo racio­naliza os atos e processos mentais.

Torne-se conscientemente perceptivo da maneira como usa seus poderes conscientes. Pro­cure descobrir por que faz certas coisas. Raciocine e compre­enda a necessidade da emoção física do amor; controle as funções da mente e do corpo, não permitindo que elas o domi­nem.

Todos os anos, milhares de pessoas cometem suicídio porque perderam a arte da racionalidade. Descontrolam-se mentalmente porque se recusam a um esforço diário para agir baseados no raciocínio.

A todas as causas mentais se seguirá, forçosamente, um efeito físico. Quando perder um bom em­prego por atos impensados, procure descobrir os motivos da dispensa.

Não ponha a culpa na sociedade, no governo, no capi­talismo ou na miséria. A causa pode ser encontrada em seus atos e pensamentos, conscientes ou inconscientes.

4.            A Lei da Atração. Aquilo que você coloca na mente consciente, volitiva, transforma-se no modelo daquilo que você atrairá.

Há uma lei de atração magnética que se aplica igual­mente à mente e ao corpo. Você é aquilo em que pensa. Abrigue na mente consciente apenas os pensamentos que quer exteriorizar em formas dinâmicas de ação nas circunstâncias da vida.

Nutra pensamentos cordiais e atrairá amigos. Se der guarida a pensamentos de inimizade, ódio e inveja, atrairá pes­soas que personificarão esses traços no mundo externo.

Você tem, no seu íntimo, o poder de escolher  conscientemente o palco onde representará o drama de sua vida. Quer que seja um drama ou uma tragédia?

Ou será uma romântica história de amor? Ou, talvez, uma comédia em que representará o papel do palhaço? Quer um palco de beleza e opulência ou escolherá um cenário de feiúra e aridez para representar o seu drama? A decisão é sua.

O poder da Mente Divina interior ajudá-lo-á a exteriorizar tudo aquilo que você, conscientemente, resolver. Escolha com cuidado, recoste-se e veja como os fatos adquirem forma para ajustar-se ao seu modelo mental de ação.




O SEGUNDO CANAL: AS PERCEPÇÕES DOS SENTIDOS

É através das percepções dos sentidos que o homem torna- se consciente do mundo objetivo da realidade. Aprendemos em outra parte deste estudo a importância dos cinco sentidos. Ve­jamos agora como canalizar o poder da Mente Divina através 168 dessas percepções.

Dessa maneira você poderá aguçar a efi­ciência dos sentidos e obter um grau maior de sensibilidade nessas esferas de ação mental e física.

1.            Torne-se consciente do seu mundo subjetivo interior. Feche os olhos na sessão de prática, que deve durar cerca de meia hora. Sinta o seu ser mais profundo. Usando a visão mental, tente recordar as paisagens, as cores e os atos do mundo externo da realidade.

Reproduza-os e projete-os na tela de sua mente interior. Faça o mesmo, em seguida, com os sen­tidos da audição, tato e olfato. Encene, outra vez, os atos diá­rios e, a cada um deles, aplique os cinco sentidos.

Todas as noites, quando for dormir, passe em revista as atividades do dia, desde o amanhecer até o anoitecer.

Essa consciência inte­rior do seu mundo subjetivo de emoções, sensações, estados de consciência e percepções ajudá-lo-á a canalizar o poder da Mente Divina para todas as suas faculdades mentais e físicas.

2.            Em outra sessão de prática, que deve prolongar-se por uma semana inteira durante pelo menos meia hora por diar sente-se em meditação e procure ficar consciente do mundo ex­terno, objetivo. Torne-se fisicamente consciente do calor e do frio, do quarto onde medita, do mundo exterior onde trabalha, ama e se diverte.

Projete na tela da mente as emoções físicas que experimenta quando come, trabalha, dança, vê um filme e faz amor.
Dê um passeio por um parque ou rua e torne-se consciente do tamanho físico das árvores, flores, edifícios e redondezas.

Observe a forma, dimensões e características físicas do ambiente onde vive. Note as árvores, as folhas, as flores, a formação da relva e das moitas; se estiver passeando pela praia, conscienti­ze-se do horizonte distante, das montanhas, dos céus azuis, da dourada luz solar.

Em outras palavras, insista em tornar-se fisicamente consciente de todo o mundo objetivo que o cerca, exatamente como se fosse um artista que tenta reproduzir aquilo na tela ou um autor que quer descrever tudo isso num romance.

O exercício contribuirá para canalizar para o cons­ciente as correntes da Mente Divina e lhe refinará imensamente as percepções dos sentidos.

3.            Amplie a percepção de modo a incluir o corpo e suas necessidades. Conscientemente, torne-se conhecedor da forma e das dimensões do seu corpo físico. Olhe-se num espelho e estude cuidadosamente a face.

Note que impressões mentais produz nos demais com as suas expressões faciais. Afivele no rosto as imagens mentais da cobiça, ódio, ciúme, medo e preo­cupações. Observe como os músculos faciais reagem a essas emoções negativas.

Mude em seguida a máscara mental e assuma expressões de caridade, amor, confiança, fé e note como os músculos faciais são suavemente repuxados para cima, dando à sua face uma expressão inteiramente diferente.




Postado por Dharmadhanna
Psicoterapeuta Transpessoal

Este texto está livre para divulgação 
desde que seja citada a fonte:

Meus blogs

Comunidade
https://www.facebook.com/Luz-dos-anjos-272850336073064/
! Eu estou no G+ : Dharmadhannya
Comunidade do G+: Dharmadhannya Luz e União
https://plus.google.com/communities/111702837947313549512


Este espaço está protegido pelos anjos e por Hermes
Estou neste momento me unindo com o Poder  e a Força da Unidade,
com o poder de todos os anjos, querubins, Serafins, Elohim.

Melchizedek, Sandalfon, Metraton,
Gabriel, Rafael, Haniel, Miguel, Camael, Tsadkiel,
Raziel, Uriel,  Samuel.

Os anjos seguem na frente abrindo meus caminhos
e me protegendo Com a Justiça Divina. Amém
Seja feita a Vontade de Deus!
Amem!
Kodoish! Kodoisch! Kodoisch!

Copyright © Dharmadhannya - 2011 - Todos os Direitos Reservados – Autorizamos a reprodução do conteúdo desta página em outras páginas da web, para fins de estudo, exclusivamente.

Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: http://dharmadhannyael.blogspot.com.br/

 Porém, comunicamos que as nossas obras estão protegidas pela lei 
dos direitos autorais, o que nos reserva o direito de exigir a indicação dos nomes dos autores e a  fonte das obras utilizadas em estudos.

Direitos Autorais -  Algumas imagens neste Blog foram obtidas no Google Imagens ,alguns sites e de meus arquivos. A publicação das mesmas não têm fins lucrativos e é de boa-fé, caso se sinta ofendido
em seu direito autoral, favor entrar em contato para exclusão das
imagens.

AVISO: De acordo com a legislação vigente, o conteúdo deste blog não substitui a apropriada assistência médica, legal, financeira ou psicológica. De modo que, aceitar o conteúdo do mesmo estará sujeito a sua própria interpretação e uso. Os artigos aqui publicados estão escritos para estudiosos do assunto

Oração a Metraton para a Iluminação





Oração a Metraton para a Iluminação

Em nome de Deus Pai/Mãe, Deus filho e Deus  Espírito Santo
Metraton, Mahatma e Melquisedeque

ILUMINAI-NOS com os esplendores dos Heloim
de  Shekinah.

Iod-He-Vau-He!
Adonay
Ave! Metraton!

Que os luminosos Serafins numa fileira ardente,
soprem no alto suas sonoras trombetas Angelicais o tom
da harmonia celestial
Adonay!

A hoste dos Querubins,
as Legiões do Céu estão em prontidão com
as energias redentoras de luz
alinhados num coro de melodias,
toque suas harpas imortais com fios dourados da Sabedoria do amor.

Ave! Metraton!

Que seus concertos celestiais de anjos se unam
ao Arcanjo Miguel para louvar Shekinah
para sempre numa eterna alvorada de luz.

Os anjos  no céu da nossa mente abrem os Portais angelicais!
Agora a porta do meu coração, da minha casa, do meu trabalho está aberta para Metraton entrar com o Anjos e nos abençoar a beleza da harmonia do Amor, prosperidade e Ordem.

 Todos da minha família agora são envolvidos com a Graça de Deus dos anjos que nos protegem, e iluminam.
(Faça o seu pedido aos anjos)

Sou UNO, Eu, nós, você, eu...
Somos UM!
OM!

Metraton ! 
Gratidão amado Metraton!
Sua Divina Presença está integrada com a minha familia angelical,
 em minha casa, em  minha vida.
Eu sigo protegida e amparada com a luz de Metraton.


O Senhor é minha fortaleza, meu escudo, minha proteção e nada me sucederá , e nem mal alguma chegará aminha tenda.

Quando seu turbilhão guia minhas mãos,
inspira minhas palavras, meus passos,
minhas ações sempre acontecem no tempo certo e no lugar ideal.
Ave Metraton!

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Espirito Santo - Raios e os chakras





Unidade do Espírito Santo

P: O que quer dizer “A Unidade do Espirito Santo”?
R: Existem muitos ângulos para uma pessoa se aproximar desta realidade. Vamos utilizar dois.

Espírito é rigorosamente equivalente a êxtase, que, do ponto de vista do homem cultural/social, pode ser traduzido por liberdade.

Nós temos 7 “palácios” (chacras) na nossa coluna vertebral e acima dela. Os chacras são meios de transporte das energias de raio (as faces do divino) e cada centro em nós tem uma verdade própria, tem algo a revelar. Cada centro vibratório tem o seu rei e a sua ciência.

O 1º Raio (Vontade/Poder) introduz no nosso sistema psíquico a persistência. Ele atravessa toda a psique, de alto a baixo, mantendo um eixo indestrutível no centro da nossa vida psíquica. 

Este 1º Raio é estrutural, todos os seres humanos o têm, pode-se lhe chamar “a ciência dos Anciões dos Dias” ou “a vida dos Anciões dos Dias em nós”.

Os Anciões dos Dias são vastas mentes Logóica que interpretam, em níveis muito altos, o Trono, o poder criador absoluto. Então, estes Anciões dos Dias estão em nós – 1º Raio.

Como estas vastas plataformas de poder não podem ser transmitidas diretamente à psique humana, isso vai sendo refletido, deflectido e inflectido ao longo do sistema de espelhos do Universo até chegar a nós como o “Arquétipo do Ancião” e como o Universo expande e contrai, nós chamamos ao movimento universal “DIA”.

Estes Anciões são mentes divinas procriadoras respirando o próprio Universo. Os Dias são sístoles e diástoles no Universo – ciclos cósmicos maiores.

Os Anciões dos Dias estão em nós. Nós somos o Universo.

Ao 1º Raio e ao 1º centro vamos-lhes chamar “a ciência dos Anciões dos Dias” assim como ao Ajna lhe chamaremos “a ciência dos Filhos Criadores” e à da Laringe “a ciência Angélica”.

A zona do 3º centro está relacionada com a ciência do conhecimento assim como o 2º centro está associado à ciência divina e o 1º à ciência elemental.

1º Centro – Relação com Anciões dos Dias – vontades Pai.

2º Centro – “ “ os Cristos – visão cósmica superior.

3º Centro – “ “ ciência dos Anjos – trompetes – é o nível laríngeo do Universo onde o verbo se transforma em modulações cromáticas/sonoras que transformam o éter e recondicionam-no segundo padrões de geometria sagrada mais avançados.