Atendimento Online

Dharmadhannya psicoterapeuta e astróloga transpessoal.
  • Atendimento Online (Skype)
  • Psicoterapia transpessoal
  • Entre em contato pelo e-mail

dharmadhannya@gmail.com ou para realizar o atendimento ou obter mais informações.

quinta-feira, 16 de maio de 2013

A SUBSTÂNCIA PRIMORDIAL E O PENSAMENTO DIVINO - Akasha





A SUBSTÂNCIA PRIMORDIAL E O PENSAMENTO DIVINO

Akâza (Âkâsa ou Âkasha) (Sansc.) — [Espaço, éter, o céu luminoso.] A sutil, supersensível essência espiritual que preenche e penetra todo o espaço.

 A substância primordial, erradamente identificada com o Éter, visto que é em relação ao Éter aquilo que é o Espírito em relação à matéria ou o Atma em relação ao Kâmarûpa.

Na realidade, é O Espaço Universal em que está imanente a Ideação eterna do Universo em seus aspectos sempre cambiantes sobre os planos da matéria e da objetividade e do qual procede ao Logos, ou seja, o “Verbo” ou “linguagem” em seu sentido místico.

 No mesmo sacrifício (o Jyotishtoma, Agnishtoma) chama-se “Deus Akâza”.

 Nestes mistérios pertencentes ao sacrifício, Akâza é o Deva onipotente que dirige e desempenha o papel de Sadasya, o superintendente dos efeitos mágicos da cerimônia religiosa. Tinha, na Antiguidade, designado seu hotri (sacerdote) próprio, que tomava seu nome. O Akâza é o agente indispensável de todo krityâ (operação mágica), religiosa ou profana.

A expressão “excitar o Brahmâ” significa despertar o poder que jaz latente no fundo de toda operação mágica, pois os sacrifícios védicos são, na realidade, apenas cerimônias mágicas.

Este poder é  o Ákasha — sob outro aspecto Kundalini —, eletricidade oculta, o alkahest dos alquimistas (num certo sentido) ou o dissolvente universal, a mesma Anima mundi no plano superior, como a Luz Astral no inferior.

 “No ato do sacrifício, o sacerdote é penetrado pelo espírito de Brahmâ; durante a cerimônia é o próprio Brahmâ”. (Ísis sem Veu)

Akasha é a substância viva primordial correspondente, de alguma forma, à concepção do éter cósmico que penetra no sistema solar.

Todas as coisas, por assim dizer, são Âkaza condensado, que se tornou visível através da mudança de seu estado supra-etéreo numa forma concentrada e tangível;

 e todas as coisas da Natureza podem ser, outra vez, resolvidas em Akaza e tornarem-se invisíveis, mudando para repulsão o poder de atração, que mantinha seus átomos unidos;

 porém, há uma propensão dos átomos, que já constituíram alguma coisa, a ter novamente a união na ordem anterior e reproduzir a mesma forma, e uma forma pode, pela aplicação da mesma lei, ser aparentemente destruída para, logo em seguida, ser reproduzida novamente.

 Esta tendência encontra-se no caráter da forma conservada na Luz AstraL (F. Hartmann)j -


[AkAza é o nome do primeiro Tattwa(Akaza-Tatta), o éter sonífero. É um Tattwa 
importantíssimo, todos os demais dele derivam e vivem e trabalham nele. Todas as formas e ideias do universo nele vivem. Não há coisa viva no mundo que não seja precedida ou seguida de Akâza. Este é o estado do qual podemos esperar que saia imediatamente qualquer outra substância qualquer outro Tattva ou, mais estritamente, no qual toda coisa existe mas não é vista. (Râma Prasâd)]

                                     

Âkâza-vâni (Sânsc.) — “Palavra ou discurso que vem do céu”. Uma manifestação divina na qual a revelação efetua-se através do som.

. As energias que utilizam o Akasha (éter) no universo são divididas em três divisões principais de acordo com a Sabedoria Eterna.
Fohat  é análogo ao que a relação cristã toma como o espírito, é o existir da Vontade, o princípio de vida determinante de Deus,  é a soma total de todas as formas e de todos os estados de consciência; É o propósito divino, funcionando ativamente.

Prana  é análogo à atividade do princípio da consciência, a alma do cristão. Este prana ativa o efeito da união do Espírito ou a vida com  a matéria ou substância e demonstra como a energia da forma, uma vez que produz coesão, animação e sensibilidade, levando a cabo o propósito divino.

Kundalini  como é chamado, em sua relação  com a forma humana, é a força latente na própria matéria, que é parte integrante da vida do átomo, para além de qualquer forma na qual um átomo que pode participar em sua pequena ciclo da experiência.  A Alma e seu Mecanismo, p 96


 “Através da meditação unidirecional podemos refletir sobre  a relação existente entre o corpo e o akasha, a ascensão da matéria (os três mundos)”.

- Patanjali: III. 42. (A Luz da Alma, página 338.) Sabe-se que, esotericamente, o reino vegetal é o transmissor e o transformador do fluido prânico vital para as outras formas de vida em nosso planeta. Essa é a sua função divina e única. Este fluido prânico, em sua forma de luz astral, é o refletor do akasha divino. O segundo plano se reflete, portanto, no plano astral. 

9 Akasha. Definição
* é a síntese de éter 
É a essência de éter. É éter primordial. 
É o terceiro Logos em manifestação 

 HPB define o Akasha nos seguintes termos: (SD, II, 538) “Akasha, a Luz astral, pode ser definido em poucas palavras: É a alma Universal, a Matriz do Universo, o Mysterium Magicum a partir do qual tudo o que existe é nascido por separação ou diferenciação”. Nos vários livros de ocultismo é chamado por termos diferentes e seria de valor talvez se enumerar alguns deles aqui: Há um elemento universal com suas diferenciações".

Pesquisado por dharmadhannyael e  Maria Lucia.

 Este texto é resultado de uma pesquisa :
Helena P. Blavatsky
Alice Bailey



        Dicas de cursos.!!!






Assessoria em Inglês, Português e Francês.
Elaboração de textos, revisão e tradução.
 Aulas para adultos,
Aulas para terceira idade,
 Aulas com música para iniciantes
preferencialmente
 via Skype  , via e-mail                                                                                https://www.facebook.com/LuciaCamposAssessoriaEmIdiomas 
mlucampos1@gmail.com 

           


Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddThis