domingo, 24 de outubro de 2010

Oremos pelo Brasil São Miguel Arcanjo





Oremos pelo Brasil

http://www.youtube.com/watch?v=CHn4_-R-d4o


O Pai que liberta,
o Filho Salvador
e o Espírito Santo é o Redentor
que nos abençoa com a Graça da
Justiça, Verdade e Sabedoria.

Estamos convocando:
- o seu Anjo Guardião, a sua Alma para um momento de oração para o Brasil;

- As legiões de Luz trabalham com a Luz do Centro do Poder da Unidade coletiva.

A estrela de Cristo brilha no céu do Brasil e
nos une à matriz cósmica
da Estrela maior do Grande Sol Central para o bem de todos.
Seja feita a Vontade de Deus .
Amem.

Esta é uma Convocação dos Mestres da Grande Hierarquia e dos Servidores do Mundo;
da rede de Luz da Fraternidade Branca que une Shambala com o Planeta Terra com o Brasil.

Neste momento entramos em conexão com a Alma e com o coração do Povo Brasileiro.

Neste momento, em nosso coração brilha um ponto de luz
- Luz do Cristo vivo -
que está conectado em um fio de luz que une todas as almas do Povo Brasileiro.

Estes pontos de luz neste fio de luz estão nos unindo na rede de Heloim, Serafins,Querubins, Tronos, Domínios, Virtudes, Poderes, Principados, Arcanjos, Anjos que protegem o Brasil e o Planeta Terra.

Que os anjos Miguel, Gabriel,Samuel, Rafael, Zadquiel e Anael,Cassiel, e Uriel nos abençoe neste caminho.

Que a Força da Luz nos ilumine com o Espírito da Verdade,
"Que o Caminho seja Revelado e dado a Conhecer a todos os que possam compreendê-los".

Estes pontos de luz neste fio de luz nos unem com a Grande Fraternidade Branca na luz do Raio Azul.
Aqui, e agora estamos unidos com as Tuas legiões de Luz, com os Teus exércitos de Luz.

Eu, você e nós estamos interligados com as com a Graça de todas as Graças no Centro da Fonte que nos une
com a Luz Maior para o bem de todos brasileiros.

Que se levantem os homens e as mulheres do Bem!

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

confiança





Este poema é um presente da confiança que tenho em você
Dharma Dhannyael

O amor nasce da semente da confiança.
A confiança dará frutos que alimentará a união...
A confiança dará flores coloridas na amizade e cumplicidade.

A criança que é amada,confia na vida.
Quem confia na vida, acredita na vitória.

É no desamparo que a entrega acontece.
É na inocência que a flor desabrocha.
É na humildade que o encontro acontece.

Nesta visão há música.
Quando o amor desponta milagres acontecem.
A magia acontece e nasce uma canção.

O amor é uma criança que pula no colo do outro,
não tem medo de cair.
Só o amor torna todas as coisas possíveis.
O medo é o maior inimigo do amor.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

O JUlgamento - Arcano XX




O Julgamento – Arcano XX.

Dharma Dhannyael

Refletindo sobre o arcano do “Julgamento”.

O nome erudito do arcano XX é: “Ressurreição dos mortos” e seu nome comum: “O Julgamento”.

Uma vez que o indivíduo comece a trilhar a Estrada Iluminada, sofre uma metamorfose no processo de iluminação com a qualidade e o propósito da entidade solar, a Alma.

“Já não sou que vivo, mas Deus vive em mim”.

“As três figuras saíram do túmulo. Testemunham isso a lápide virada e o jazigo aberto. Para estas criaturas houve uma mudança total das condições de existência; porém, não traz ainda a libertação.

Fortune escreve que “A Sétima morte é a iluminação. A iniciação completa é uma morte viva. Na Sétima Morte a consciência está separada da Personalidade e se une à individualidade e então um homem vê a face de seu Pai que está no céu, mesmo que ele próprio habite a Terra. Significa a consciência da “Presença Residente” no meio da consciência dos sentidos. Significa consciência do céu enquanto se vive na Terra. Quem que expresse o Amor traz o Espírito que é Um, à manifestação. Estar separado é estar morto. Portanto escolham o Amor e vivam. (6)

Essa somente vem depois. Na lâmina vemos um anjo trombeteando no céu. O som de sua trombeta simboliza o poder atrativo da chamada do Arquétipo à evolução. O Arcano XX representa o mistério da atração que exerce sobre a vida humana (He) o Amor Divino (Iod). Daí o primeiro título do Arcano: “Transformação astral”.

Precisamos transformar-nos consciente e evolutivamente. Esta deve ser nossa meta. Devemos mudar a nos mesmos para podermos escapar da escravidão. Quando transformamo-nos, sutilizamos simultaneamente a natureza, ouvimos melhor o som da trombeta do despertar espiritual.

No tremendo tumulto do mundo, impelidos pela Roda da Fortuna, não podíamos ouvir essa voz, a não ser nos raros instantes do completo silenciar de nossas paixões. Agora esse som se nos torna mais e mais audível”.

Astrologicamente Saturno rege este arcano e está relacionado com o tempo, transformação e com a evolução. (3)

“Mas, o indivíduo que já avançou na Estrada iluminada até o ponto visado por Saturno para a incorporação do Espírito dentro do próprio ser como uma semente divina; então, poderá ouvir o som da trombeta, ouvir o chamado, que libera a luz para uma nova vida, o renascimento. A semente divina interior poderá florescer para que a Divina Presença possa realizar a verdadeira iniciação.

O indivíduo transfigurado tornou-se um centro focal para a liberação do poder da Mente Universal, Ouranos, o deus criativo do Espaço Universal. Os homens são convocados a ouví-lo, a contrair sua radiância o contagiante fervor de alguém em quem Deus está nascendo, cuja Alma está se enchendo a transbordar pelo Espírito – assim como, amiúde, numa mulher grávida parece transbordar um estranho poder de resplendente vida.

“A luz Uraniana toca a trombeta é reveladora. Urano é o raio, mas é também o poder criativo do som místico que, segundo a velha tradição da índia, penetra todos os espaços - A Akasha ou Luz Astral (superior). Esse Som como o raio, pode matar; mas ele é também a Voz de Deus dentro da Alma impregnada pelo Espírito.

Precisa ser ouvida; porquanto o Espírito é sempre e eternamente aquele que preenche todas as necessidades, que restaura a harmonia onde quer que a mente-ego e a matéria se tenham apartado. Na verdade, não pode haver real manifestação do Espírito salvo se estiverem presentes duas polaridades e, estando presentes, forem integradas”. (3)

A separação impede a integração. Aquele que julga, pensa que é o melhor, o mais iluminado, o mais sábio – Um ser Superior.

quinta-feira, 30 de setembro de 2010




O Sol

Arcano XIX do tarot.

Eu Sou Dharma dhannyael



Depois de ter atravessado o pântano o herói entra no mundo solar. O prêmio conquistado é um tesouro – ouro ou jóias, a água da vida,a Fonte da sabedoria, a inspiração Divina, o domínio do reino, o dom da cura ou da profecia. É a estrela interna de cada um, que faz nascer indivíduos com luz própria, autodirecionados e brilhantes. O Sol, define o propósito principal da vida, revela nossos dons inatos para transformá-los em talentos reais.

O tesouro é o núcleo essencial do herói, seu lado divino que sempre esteve oculto em seu corpo mortal. Às vezes, o tesouro do herói é uma noiva, e o hierogasmos, o matrimônio sagrado, é o fim da jornada. O herói divino está totalmente unido à sua outra metade, sua humanidade, na forma de uma mulher, ou para a mulher na forma de um homem.

O Sol é a representação simbólica do Espírito, o centro da consciência; define o propósito principal da vida, representa a luz interna da visão espiritual. Só a abertura do “olho crístico” permitiria ver a plenitude da luz do Sol, a meditação, o mergulho no centro interior nos leva em direção ao Cristo Interno.

Aquieta-te coração Meu! “Conhece-te a ti mesmo”.

E conhece a Deus. Deus é a absoluta plenitude de inteligência. Entender é tomar consciência do significado. O poder radia do centro para o exterior; e torna à sua fonte, apenas para fundir-se para fora.

Cada indivíduo cria o seu universo próprio. O caminho para o Sol é a estrada iluminada que nos leva ao encontro com o Espírito - Santo. Ele vai simbolicamente, do coração do Sol até o próprio cerne da Via-Láctea. Somos. Um-a só consciência.

Que a luz da harmonia possa colorir o céu da minha mente com a paz.

O Sol é um símbolo:

- de Deus, do Self, masculino, do Pai, da dinastia e seus descendentes, da força vital psíquica - libido, totalidade, mandala, da antiga realeza.

- Descreve os potenciais interiores especiais.

- Pode nos dar insights sobre o deus que engendra o herói.

- Está relacionado com o mito solar do herói.

- de bom presságio, sorte, triunfo, prosperidade, liderança, fama,

- O coração, a imagem do Sol no homem, tal como o ouro na terra.

Deus é reconhecido no ouro.

- Apolo é o Deus da música. Ele também é pai das nove Musas, cada qual representando um aspecto diferente das artes.

- "Discernimento límpido, clareza de juízo e de expressão. Talento literário ou artístico. Paz, harmonia, bom acordo. Felicidade conjugal. Fraternidade, inteligência e bons sentimentos. Reputação, glória, celebridade. Alegria, sucesso, vitalidade, força, vivacidade. Compreensão, calor, amor, crescimento".

A casa 5 de leão, dos filhos é regida pelo Sol, reflete o anseio do artista em criar a sua arte para o mundo.


“A substância ativa do Sol cria o calor (fogo) interior do qual vê todos os movimentos da vontade e o princípio de todos os apetites. É um espírito vital e fica situado no cérebro e seu governo está no coração. Relaciona-se com a libido, nossa energia psíquica. Ele é a fonte de vida, de luz e energia, entusiasmo como também a manifestação da luz da divindade, do Self.

sábado, 25 de setembro de 2010

A Lua - Arcano XVIII Taro




A Lua. Arcano XVIII

Dharma dhannyael
“O símbolo escolhido para representar a esfera matriarcal é a Lua, em sua correlação com a noite e com a Grande Mãe do céu noturno. A Lua é o astro que ilumina a noite e é o símbolo do princípio feminino, representando potencialidades, estados de alma, valores do inconsciente, humores e emoções, receptividade e fertilidade, mutação e transmutação. E, as fases da Lua, caracterizam os aspectos da natureza feminina, assim como representam os estágios e as transformações na vida da mulher”. A interpretação desta carta é contraditória e ambígua, alegre e iluminada como a Lua cheia, que inspira os poetas e amores, e densa e negra que pode ser servir para uns como remédio, e para outros como veneno.

A expressão em inglês to moon, estar melancólico, mostra que ser atraído pode significar ser “atraído para a lua“ com seu impulso perigoso em direção ao inconsciente. Este arcano personifica o Elo indivisivel e persistente que une o plano físico ao plano astral.

Quando a carta da Lua sair em sua leitura, nada resta a fazer senão seguir os próprios sentimentos e intuições. A Lua é o símbolo do inconsciente – é melhor se deixar fluir com ele. A Imagem da Lua revela sua relação com a mãe, nutrição, magia, fecundidade, amor, medos e inconsciente.



Na cabala o caminho de Qoph da Lua, liga Netzach (Vitória) a Malkuth (O Reino) e é descrito não apenas como a “Vitória do Mundo Material”, mas também como o “efeito enganador” do aparente poderio das Forças Materiais”.

Crowley chama este Caminho de “Portal da Ressurreição... o limiar da vida... ou renascimento espiritual”. Este caminho pode ser considerado em dois níveis: primeiro, no curso do processo de encarnação, é a etapa em que a Alma organiza o corpo físico que irá habitar. Trata-se de um “Sono” tal como é atribuído a Qoph pelo Sepher Yetzirah) que precede a consciência normal do estado de vigília, uma forma de pré-consciência que se diferencia em matéria a partir da inconsciência coletiva de Netzach.

domingo, 19 de setembro de 2010

2016 - A Estrela - e a sorte




A Estrela

Dharmadhannya“É uma honra estar a serviço de todos vocês”.
Quando você aprender a amar sem motivos, você expandirá. O seu mundo irá aparecer maior, iluminado e em êxtase. Você se tornará fonte de sua propria energia para si mesmo primeiro e depois para os outros."

A gratidão é a mãe da Graça, da sorte
Cara amiga você me escreveu preocupada sobre a sua sorte, sobre o seu destino. Eu refleti muito sobre a Estrela da sorte e vou tentar entrar no universo da Estrela aquele que nos inunda com a Graça da Sorte, do Amor, da Esperança, Fé e da Luz.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

A Torre -XVI taro


A Torre

A Torre


Eu Sou Dharma Dhannyael


“Até hoje, Deus é o nome pelo qual designo tudo que se atravessa no caminho de minha obstinação de forma violenta e atrevida, tudo que atrapalha minhas opiniões, planos e intenções subjetivos e muda o curso da minha vida, para o bem ou para o mal.”Jung.

Há uma lei no fundo de tudo o que é aparentemente casual:

O segredo do mundo é a ligação existente entre a pessoa e o evento... o espírito traz em si o evento que lhe vai

Os eventos nascem da mesma fonte de que nascem as pessoas.

Cada criatura gera de si mesma sua própria condição e sobrevir... O evento é a impressão de sua forma esfera, assim como a lesma faz sua tênue casa na folha da pereira.

Um homem verá seu carater manifertar-se nos eventos que parecem encontrá-lo, mas que surgem dele e o acompanham.

...não há acasos... a lei rege tudo que existe...”

Esta carta é representada por uma torre no momento em que é atingida por um raio, como conseqüência do impacto, o topo da torre (que lembra uma coroa) se desprende da base, provocando a queda de muitos tijolos e de duas figuras humanas. Representa a consequente punição divina da hubris humana, um recado divino, de algo está errado e precisa ser refeito, não apenas restaurado.


A lei do cosmos é a vontade da Lei Suprema e contra ela o homem, por mais rico que seja, não tem poder algum: ou obedece ou cai.

O Raio cai onde construimos nossa segurança, a nossa prisão que nos protege para nossa sobrevivência. Quando a torre cai, muitas vezes ficamos em pedaços, dói muito. Sofremos a perda, a humilhação, o desamparo, a solidão e sempre acontece uma transformação, uma mudança ou uma ressurreição; é um prenuncio da iluminação, do encontro com a graça, com o Si-mesmo.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Invocação a divina Presença 2.


Invocação à Divina Presença2

Invocação a divina Presença 2.
Dharma Dhannyael

De um ponto de luz na mente de Deus

flua a luz a mente dos homens

De um ponto de Luz do coração de Deus

flua luz aos coração dos homens

Que a Luz desça à terra.

"Ouço a voz de Deus cantar pelo universo,

sinto palpitar o infinito, o ritmo da ordem divina;

ouço ressoarem, de esfera a esfera , as harmonias da criação".

A união nos fortalece, nos une na Luz Maior.

Estamos interligados no fio de Luz da vida.

Aqui e agora, estamos tecendo a nossa felicidade.

"Extasio-me na música divina,

o centro de minha alma retraiu-se para a profundidade,

aí onde Deus a todos espera".

O Todo está saturado de amor,

Assim estamos fundidos na Luz Viva da Unidade,

com a Inteligência Superior- Energia Metratônica.


Somos Um-a só consciência.

Eu e Pai somos UM.

Pela glória dos Elohim,

Seja feita a vontade de Deus.

Estou neste momento em contato

com o meu Eu Superior, centelha divina,

Divina Presença.

"Eu Sou o que Sou no centro,

no ponto central Eu Sou".

No centro o amor e a sabedoria,

Eu Sou a vida do UM.

Eu Sou UM-A só consciência que circula,

move, permanece no centro,

Eu Sou um Ponto de Luz que circula, move, permanece.

Meu coração é o coração a Unidade.

A Tua vontade é a minha vontade

Tu és aquele que comanda, sustenta, permanece.

domingo, 15 de agosto de 2010

A Deusa retorna






A Deusa retorna
Educar para o Futuro

Um dia as ‘mães do povo” irão ocupar lugares na cadeira do senado em vários segmentos políticos e lutarão por um país, próspero, produtivo para todos.

Um dia as "mães do povo", a mulheres da elite, as mulheres da classe artísticas, os estudantes, e seus homens filhas e filhos irão às ruas , e farão vigília exigindo que todas as crianças tenham a oportunidade e o seu lugar em uma escola, em uma creche com qualidade ao nível dos paises do primeiro mundo.

Um dia as mulheres do povo irão assumir postos de lideranças nas comunidades, nas associações de bairro, nas escolas, nas igrejas, nos partidos políticos e irão democraticamente exigir transparência e cidadania para todos.

Um dia o povo será unido para cuidar dos seus filhos, dos seus irmãos, das crianças da nossa Pátria, da Mãe Divina.

Neste dia, todas as religiões estarão unidas e o Bem irá governar o Estado.

A Força da União para compartilhar paa o bem de todos, será a nossa Vitória.

Não haverá uma criança com fome, sem educação e sem esperança. A criança saberá que quando crescer irá conquistar seu lugar no mundo.

Um dia o povo saberá que o governo que não educa suas crianças, necessita de um eleitor que possa perpetuar seu lugar no poder para governar para os seus interesses e do mercado.

- Um dia as "mães do povo" não permitirão que a mídia incentive o alcoolismo à seus filhos e filhas.

A criança e o jovem serão respeitados e dignificados porque não serão “vendidos”, corrompidos por interesses de uma minoria sem amor ao nosso povo.

Um dia todas a criança será feliz na sua terra e terá orgulho de ser brasileira.

“Somos parte da Terra e Ela é parte de nós. A Terra não
pertence ao homem, o homem é que pertence à Terra. Todas as coisas são interligadas, assim como o sangue nos une a todos. O homem não teceu a teia da vida, é apenas um de seus fios. O que quer que ele faça à teia, fará a si mesmo.”

A religião antiga da Deusa está de volta.

A Deusa retorna...

A Deusa quer de volta a natureza e seus filhos.

A Deusa quer de volta a inocência, a paz e a abundância do planeta.

A almas criadas livres da dominação ideológica da industria cultural poderão voar sem medo.

A Deusa quer de volta a coragem dos jovens guerreiros que nada temem e lutam por justiça.

A Deusa quer de volta seus filhotes voando sem medo de viver.

A Deusa quer de volta seu templo sagrado na natureza.



Procuro compreender a vida com o olhar da psicologia sagrada. Acredito que a Mãe Natureza é a vida do planeta - sua essência se faz presente na alma de todos.

“A Natureza fala todos os idiomas viventes do amor planetário”.

A criança é filha da Deusa - a encarnação divina da vida.

Toda mãe é uma Deusa...

A mãe Natureza, mãe de todas as mães, está no coração de todas as mães.

Um novo paradigma, um novo tempo...

O novo paradigma pode ser chamado de uma visão de mundo holística, que concebe o mundo como um todo integrado, com uma visão sistêmica e não como uma coleção de partes dissociadas. “Isso implica no conceito de que o todo, resultante da junção das partes, é muito maior do que simplesmente a soma destas. A visão sistêmica significa contextualizar as partes para entender o funcionamento do todo o que significa que vivemos em uma estrutura complexa e que estamos interligados e interdependentes.

“A Cidadania é responsabilidade perante a nós e perante os outros,
consciência de deveres e de direitos, impulso para a solidariedade e para a participação, é sentido de comunidade e de partilha, é insatisfação perante o que é injusto ou o que está mal, é vontade de aperfeiçoar, de servir, é espírito de inovação, de audácia, de risco,
é pensamento que age e ação que se pensa.” Jorge Sampaio:

- “a a importância da “invenção” ou “construto” cidadania está em “definir o indivíduo como sujeito e vê-lo em relação aos demais, porque são os sujeitos determinados os que atuam como cidadãos” (Sacristan, 2002, p.147).

Para Fritjof Capra "O novo paradigma (uma constelação de concepções, de valores, de percepções e de práticas compartilhados por uma comunidade e que estabelece uma visão particular da realidade) pode ser chamado de uma visão de mundo holística, que concebe o mundo como um todo integrado, e não como uma coleção de partes dissociadas. A ecologia profunda reconhece o valor intrínseco de seres vivos e concebe os seres humanos apenas como um fio particular na teia da vida. Em última análise, a percepção da ecologia profunda é percepção espiritual ou religiosa. Quando a concepção de espírito humano é entendida como o modo de consciência no qual o indivíduo tem uma sensação de pertinência, de conexidade, com o cosmos como um todo, torna-se claro que a percepção ecológica é espiritual na sua essência mais profunda”.

- Que o futuro construído por consciências inteligentes políticas oportunem ao jovem cidadão ser protagonista da história do seu país, da sua comunidade, da escola, da família influenciando o ambiente, com atitudes, intenções, escolhas, participação, falando, acolhendo, liderando, transformando, compartilhando tendo voz ativa e critica e agindo como modelo para as crianças.

Neste contexto, enquanto sociedade sugerimos:

- para refletir com um visão crítica o estar no mundo, no convívio social, nos direitos humanos, na tolerância e respeito pela diversidade cultural como uma responsabilidade compartilhada, e como um compromisso social que mobilize a todos a trabalhar e estudar coletivamente.

- para refletir e questionar as relações ecológicas, a proteção ambiental e a construção de propostas de desenvolvimento sustentável; na promoção de atitudes positivas de valorização do meio ambiente, proteção a vida de todos os seres, dos animais, da natureza.



- para se pensar em viabilizar a descentralização das políticas públicas é necessário criar uma visão multicultural em relação aos parâmetros curriculares voltados para a realidade da diversidade social e ambiental.

- para refletir a educação, abrir espaços para debates em vários segmentos como um processo co-construtivo; envolvendo políticas públicas, a mídia, a justiça, a sociedade e a família.

sábado, 14 de agosto de 2010

Carta para uma amiga que chora...




Carta para uma amiga...

Eu Sou dharma Dhannyá .

Amiga, se você consegue ver Deus em tudo que há,
em todas as situações, você olha para a luz.

Se você o olha para o adversário que te persegue, humilha e quer te destruir, e mesmo assim, você vê Deus;

Então, a luz da Divina Presença de Deus que há no adversário, neutraliza a energia de destruição, violência, ego-ísmo e ódio, ataque; e enfraquece a força de ataque do adversário, seu poder, ódio, sua loucura, vingança, e ameniza a necessidade cármica de resgate, retaliação que move a roda do sofrimento da vida.

Mas pense, por que eu estou neste momento na sintonia deste ataque, dentro deste filme?

Ou você, aceita sua "parte" nesta cena, como co-autor, ou vive a experiência como vítima, perseguida da sorte e da vida.

Assim, você terá pena de si mesmo, como pobre ,infeliz, pequeno...

Você nesta cena, ou é vítima ou é o algoz, você neste lugar de conflito tem de lutar por várias vidas com o adversário, e repetir e assim, atraindo ele à sua atmosfera com a pestilência das suas concepções.
E, você irá construir uma imagem de si mesmo, um mito pessoal, um personagem no filme da vida que pode cristalizar irá acompanhar por toda a vida.

Se você se identificar com o seu adversário, você internaliza o opressor, ou com o oprimido, mas a cena repete e você segue acorrentando à ele, por toda a vida.

A imagem de vítima poderá te acompanhar, como uma máscara que irá refletir para o mundo, seus pensamentos, sua idéia de si mesmo, a construção da sua auto-imagem, imposta ou não em sua história.

Quando ele não sai da sua mente, você perde a vontade e autonomia pessoal, você se mistura nele, até se tornar ele, ou ficar no lugar da separação, do isolamento, da reação ao mundo.

O Olhar do outro me diz quem eu sou?
A criança vive esta adversidade?

Mas, você poderá tirar esta máscara com a "consciência" e a reprogramação...

Esta imagem irá colocar você no papel de vítima, de uma pessoa sem energia, sem a proteção de Deus, desamparado da luz e das graças da vida, sem inteligência para dar a "volta por cima...",

Muitos carregam dentro de si a imagem, do destruidor, bandido, louco, "bode espiatório"...

Muitos carregam esta "maldição familiar', esta máscara que veste a alma, sem defesa.

A compreensão e a expansão da consciência do seu mundo interior, poderá iluminar sua percepção do mundo.

A consciência iluminada no centro do Tao, irá tirar você deste lugar de cobranças, retaliações e vinganças.

Olhe para dentro...

Ou, você compreende a inteligência divina, como uma energia que participa do movimento do universo como vida, dentro de você, como Alma, Espírito, eu Superior;

Ou, você vive a separação onde o ego-ísmo se debate buscando compreender o mundo com os olhos cegos pela ignorância.

A consciência da plenitude das graças de Deus, da vida, nos liberta dos laços, as cordas...

Você ira compreender que não haverá prisões que aprisionam à escuridão para aquele que que está no centro, em harmonia com tudo e com todos.

A luz do amor irá te libertar...
Ore, por ele, por todos que te magoaram.
"Eu sinto muito, mas eu te amo..."
Eu sinto muito, mas eu te compreendo.
Eu sinto muito, mas eu amo o Deus que vive dentro de você...

Neste momento, a Divina Presença assume
o comando da sua relação com o outro.

Você (o eu) poderá perdoar, e aceitar seu adversário como um reflexo das pestilências das suas concepções,eque você atrai situações e pessoas que te ligam à situações de dor e limitação;

Você poderá compreender o poder e a Divina Presença em tudo que há.

É importante que você  encontre um significado para uma situação dolorosa, para que você possa conduzir o barco da sua vida.
O significado irá definir seu lugar no mundo de vencedor ou de vítima. 
Aceitar passivamente os ataques da escuridão, nos aprisiona também com o adversário.

Há momentos muitos difíceis que o "eu" vive, quando atravessa desertos, delira de sede de amor, sofre toda espécie de sofrimento, perdas, desamparo, doenças, traições, desilusões, desencanto, perda da esperança, da fé, da auto-estima, carência, humilhações e adversidades dolorosas, sofridas,e o "eu" não consegue compreender tanto sofrimento.

"Por que?... Eu não mereço tudo isto, meu Deus?

Então, você só tem uma saída, tentar compreender com uma visão iluminada a sua dor, para que a luz da consciência, liberte sua alma desta situação e de pessoas que estão envolvidas neste sofrimento.

Não adianta chorar se, revoltar, gemer se arrastar de dor, nos períodos de carência;
se você está sendo atacado pela adversidade, é muito importante e necessário, deixar que Harmonia Divina interior ilumine tudo a nossa volta;

A dor da revolta, da desarmonia, fortalece a escuridão do seu sofrimento, e o abismo da sua prisão aumenta e aprisiona a alma neste lugar...

A desarmonia ativa energia semelhantes de limitação, e atrai pessoas e situações que são atraídas para o cenário existencial de dor, violência e necessidade.

Nossos pensamentos são uma antena, somos rádios e entramos nas frequencias coletivas por afinidades e atraímos à nossa atmosfera o que vivemos a pensar.

Seus pensamentos revelam o seu mundo interior:
- se a inveja mora em sua mente, você precisa encontrar sua virtude, sua riqueza interior...

O invejoso se sente miserável, sem esperança , perdeu o entusiasmo consigo mesmo, e se alegra de querer o que o outro tem...

A Roda da Fortuna – Resumo



A Roda da Fortuna – Resumo



O comando do destino no dharma está nas mãos daquele que compartilha a Luz para o bem de todos.



O Puro Espírito nos ilumina no comando da nossa vida. O egocentrismo faz a roda girar lentamente. A separação da Unidade, nos separa do Espírito a Luz da nossa Felicidade – somos felizes em compartilhar a felicidade com todos. O apego nos escraviza e nossas mãos ocupadas em segurar, controlar, não podem comandar o leme do destino em direção a felicidade.



Tuas escolhas teu destino.



Meditando sobre a roda, com a visão penetrante no momento de consciência podemos vislumbrar nossa atenção em um ponto de luz - centro distinto irradiando no núcleo de um sistema de centros - Ponto ômega. O Puro Espírito da Unidade que faz o mundo girar (“motor imóvel”) nos leva em direção ao qual tudo está se desenvolvendo, que é o motor da vida . É o que faz girar a magia.





O Poder da Força de Vontade no leme determina o movimento, a ação e a direção; ou, a despropósito e a ignorância que definem o desamparo que há na inércia ou na colisão do barco da vida.



O Centro da Roda representa estabilidade em meio à mudança, um ponto de referência. Simboliza a capacidade de discernir e analisar, a lógica, o equilíbrio psíquico, coragem, equanimidade, confiança e tolerância no “comando” da Roda. Não podemos mudar os acontecimentos, mas podemos controlar nossas reações neste momento.



Quando mergulhamos para dentro em meditação, estamos buscando este centro, o Si-Mesmo ou Totalidade, nossa verdadeira natureza, em essência - a Luz do Espírito Puro. Neste lugar é possível estar em harmonia com o dharma da Unidade, com a “Felicidade”, com o Espírito que move o mundo.



O Puro Espírito – Verdadeiro Eu está no Centro da Unidade que vive o Grande Espírito.



“Semeia um pensamento e colherás um ato; semeia um ato e colherás um hábito; semeia um hábito e colherás um caráter; semeia um caráter e colherás um destino”. Peter Treeft


segunda-feira, 9 de agosto de 2010



a terra está plantada semeada será que irá florescer?
boa dia. Sempre que penso no sete penso no carro (7), olho para esta carta e vejo muito trabalho, suor e luta, penso no salario no fim do mês, será que vai dar para pagar as contas?
a terra está plantada semeada será que irá florescer?
mas é dinamica e o resultado , ou lucro deve ser sinalizado ou não pela proxima carta. Será que ele irá compartilhar o trabalho e o lucro? grata dhannyaEL

sábado, 7 de agosto de 2010

A Graça da Luz



Eu Sou Luz...
Graça da Luz do Sol - de todos os budas.
Dharma dhannya_EL
Vamos juntos entrar na beleza do nascer do sol...
"O espaço se abre. Tudo está em ti. Tu estas em tudo, Nada te falta, Nada te agride. Não há mais nenhum obstáculo".

A força





Eu sou dharma dhannyael

A Força – XI



A FORÇA: “Uma mulher abre com as duas mãos as mandíbulas de um leão. É vista de três quartos e olha para a direita; o leão, por sua vez, está de perfil. A mão direita da mulher, está apoiada no focinho do leão, enquanto que a esquerda segura o maxilar inferior.


O personagem veste uma saia azul e uma capa ou manto vermelho, com laterais de tamanhos diferentes, já que a da direita chega ao chão enquanto que a da esquerda não passa da cintura.
Todas as partes visíveis de seu corpo estão representadas em cor carne; tem ainda um chapéu, cuja forma lembra o do Prestidigitador (O Mágico).
Do leão, vê-se apenas a cabeça, a juba e as patas dianteiras. O fundo e o chão são incolores. Em algumas versões, a sandália da mulher, que surge debaixo da roda da saia, parece apoiar-se no ar”.(5)

Vemos aqui uma bela mulher, que sem esforço aparente, e sem exercer nenhuma violência, abre as faces de um leão, dominando-o. Simboliza a força da inteligência, capaz de dominar as paixões graças ao fogo interno do amor e da vontade. Uma figura feminina nos indica que não se trata de uma força bruta ou física, mas sim de uma energia sutil, como a da mente, muito superior em qualidade e elevação.

Esta carta significa o influxo mental superior espiritual que penetra os corpos, transformando-os.

A letra que corresponde a carta XI é Kaph, que significa princípio do poder, a Mão que agarra, fixação da luz na matéria, assimilação, seleção, classificação, compreensão, progresso. Significa também conflito, resistência. No seu sentido negativo, sugere ódio, violência ou insensibilidade.

Com a carta XI e a domadora de leão, a influência das energias subconscientes secretas tem início na escuridão do espaço interior. Se as forças instintivas simbolizadas pelo leão forem rejeitadas e não forem vividas de forma consciente, ou se não se conseguir integrar sua polaridade na personalidade Total, elas procederão a sua destruição completa e incontrolável. No Apocalipse elas são representadas pela Mulher montada na Besta.

Enquanto a Roda (carta X) nos apresentou revoluções incessantes, esta carta retrata o pólo repouso, o ponto de transição entre passado e futuro, o momento presente e o trabalho que os indivíduos devem realizar dentro deles próprios.

O ponto central é ativo na sua passividade do aqui e agora, ele é o centro que move o mundo. A força controladora que move nossa vontade é centrada e equilibrada é infinita. A Força controlada pelas emoções é um trem sem freio, sem destino. Destruidora, devoradora, inconsequente, irada, atormenta, instável, desquilibrada.

0 passado animal e o futuro iluminado são velados pelo presente eterno, representado aqui, como na carta I (O Mago), pela lemniscata que forma a borda do chapéu do domador de leão e que sugere o macrocosmo, a alma do mundo ativando os poderes mágicos do espírito humano.

A carta XI retrata o encontro com forças desconhecidas, que tanto libertam quanto aprisionam. Ela também representa o estímulo e a concentração de insights intuitivos que permitem a realização do domínio. A ativação das forças psíquicas e espirituais contra-sexuais também e insinuada. O confronto com as forças destrutivas que põem em risco o desenvolvimento e a transformação das energias caóticas aumenta a força vital.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Solar - Invocação aos anjos do sol




A linguagem dos sentidos fará estas sementes procurarem uns aos outros. Sentir-se-ão “em casa” quando envolvidos pela mesma harmonia, paz e serenidade. (Ashtar Sheran )

Invocação aos anjos do sol "KODOISH, KODOISH, KODOISH ADONAI
TSEBAYOTH"
Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus das Hostes.

http://www.youtube.com/watch?v=-SaZjWTY_rc

Os Portais do Grande Sol Espiritual Central (oculto) - Mente Universal (Brahman)
Sistema do Sistema solar,
O conselhos das Pleaides, Sirius.
nos iluminam para a
RE-União DE CONSCIÊNCIAS.

sábado, 17 de julho de 2010

A Justiça do taro - Palavras chaves





Pensando sobre a Carta A Justiça palavras chaves:

De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a se desanimar da virtude, rir da honra e ter vergonha de ser honesto." Rui Barbosa
A Justiça Cósmica é a manifestação da Vontade e da Inteligência Divina em ação.

A Justiça está além do bem e do Mal?
A consciência é reveladora da Luz da Verdade.
A verdade mundana é relativa?

A Justiça é o poder equilibrante. A Justa medida. A lei é a auto-restrição que Deus exerce na interação com os seres humanos e com a criação.

“Gevurah-rigor representa a lei, é a auto-restrição que Deus exerce na interação com os seres humanos e com a criação. Hesed-amor , que é o cumprimento da lei, representa a realização dessa relação na nossa unificação com Deus”.

A lei da causa e do efeito, da ação e reação. A lei Divina, Universal é internalizada no microcosmo espelho do macrocosmo. O Grande tribunal está internalizado com a “Lei” no mundo interno individual e coletivo e se “materializa” no mundo externo.

A experiência da presença e do poder de Deus (Givor) muda de acordo com as mudanças do nosso estado de consciência. Se eu me aproximar de Deus eu me torno Deus. Se eu me aproximar da Justiça eu me torno Justa.

Tao – equílibrio dos opostos. Conflitos e mediador.
Equilíbrio, harmonia. Juízo. Livre arbítrio. Força conciliadora. A ausência de equilíbrio e de Justiça instala o caos.

O equilíbrio não é inércia, mas um estado de intensa atividade de força , centros e seres. É neste estado de equilíbrio que a flecha da evolução pode descobrir a oportunidade de lançar-se para o infinito. Paz e equilíbrio tem grande afinidade.

Têmis aquilo que é Correto, justo Universalmente falando. Leis da vida, leis da natureza, lei espiritual divina, leis dos homens - Juiz. Julgamento. Rigor da Lei. Paz, justiça divina, Dharma e o Carma.

Poder divino e o Poder da Terra. Ação Inércia – ajustamento-reparação. Como uma inteligência organizadora do Universo. A justiça opera fazendo a cada um recair o merecimento, compensação resultado da lei de ação e reação.

- dia da Justiça, dia do Juízo. A Ira de Deus. A face Luminosa e Escura de Deus, da vida, da Vontade Divina que está na Lei da Ordem.
O anjo da Morte, o “Vingador”.

“Equidade consiste na adaptação da regra existente à situação concreta, observando-se os critérios de justiça e igualdade. Pode-se dizer, então, que a eqüidade adapta a regra a um caso específico, a fim de deixá-la mais justa. Ela é uma forma de se aplicar o Direito, mas sendo o mais próximo possível do justo para as duas partes.

terça-feira, 13 de julho de 2010

A Justiça . Palavras chaves






Pensando sobre a Carta A Justiça palavras chaves:


O símbolo do infinito revela a verdade do Filho e do Espírito, nesta realidade acontece a unidade absoluta. O ponto de interseção do infinito é a única via pela qual se pode chegar ao Pai.

De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a se desanimar da virtude, rir da honra e ter vergonha de ser honesto." Rui Barbosa
A Justiça Cósmica é a manifestação da Vontade e da Inteligência Divina em ação e reação.

“A Lâmina do oitavo Arcano representa um a mulher assentada numa poltrona amarela entre duas colunas, Nas mãos ela tem a espada e a balança amarelas. Em sua cabeça está uma tiara de três coroas.

Ela está sentada entre duas colunas: a da Vontade (Jakin) e a da providência (Boas).
-
A árvore da vida é constituída por três colunas: a da direita é designada como “coluna da Graça ou da Misericórdia”
- a coluna da esquerda tem o nome de “Coluna do Rigor”, há uma correspondência com a justiça, à defesa e à acusação, enquanto a coluna do meio corresponde a equidade.
- O sistema das dez Sepirot está baseado num equilíbrio móvel que se restabelece quando se produz uma dissemetria momentânea.

- “Gevurah-rigor representa a lei, é a auto-restrição que Deus exerce na interação com os seres humanos e com a criação. Hesed-amor , que é o cumprimento da lei, representa a realização dessa relação na nossa unificação com Deus”.

- guardiã do Equilíbrio entre o individual e o Universal.
- Tem o poder de restabelecê-lo cada vez que a vontade individual peça contra a vontade universal.
- Ela não age, somente reage.

- “A lei se interpõe entre a liberdade do homem e a liberdade de Deus”.
-A lei reage por efeitos visíveis e invisíveis à sua ação.
-A Lei se interpõe entre a liberdade do homem e a liberdade de Deus.

- Coroa indica que a sua missão vêm do alto – do Ser Supremo, da Providência.

- a balança indica equilíbrio entre o que está no alto e o que está em baixo estabelecido restabelecido pela balança, com no sentido horizontal, sendo o equilíbrio entre o lado direito e o lado esquerdo, o lado da Graça e o do Rigor, mantido pela balança ou com a ordem, ou a harmonia, e a Justiça
- a espada significa o poder de restabelecê-lo cada vez que a vontade individual peca contra a vontade universal.

oração ao anjo da iluminação




Divino Anjo da Iluminação.
dharma dhannyael
Que a vossa Divina Presença ilumine meu caminho, desperte minha inteligência superior e me dê a Divina inspiração e intuição que preciso neste momento.
Amem!

Que a Luz brilhe dentro e ao redor de mim.
Que minha aura seja iluminada,
Que eu possa iluminar a vida dos outros como um sol, e meu próprio caminho.

Que haja Luz para receber em meus olhos, para que eu possa ver com os olhos da alma, e assim saber escolher com sabedoria.
Assim Seja!

Que eu seja iluminada com a mente Clara da luz Maior na direção da sorte e das oportunidades.

Quero estar no lugar certo , na tempo da minha felicidade que a boa sorte oferece.
Agradeço ao Anjo da Divina Presença a Graça da Chave Sagrada que abre as portas do dharma.
Todos os meus caminhos estão abertos com a Luz Clara do amor de Deus.

Divinos Anjos, que eu possa compartilhar a energia de luz, pureza, amor, harmonia, prosperidade, e alegria todos os dias.

Que minhas palavras , meus pensamentos, minha mente e minhas obras sejam inspiradas pelo Espírito Santo.

Que minha colheita seja mais abundante e minha vida mais rica e próspera material e espiritual.

Que a Luz do coração de Maria me ilumine para que eu possa compartilhar com todos a Luz da Fonte que abençoa minha vida com as Graças de Deus.

Esta oração é um presente dos Anjos e oferece a você Chave Sagrada


da Redenção e da Liberação.
Perdoe a todos que te magoaram e a si mesmo.
Vamos na luz compartilhar e receber as graças de Deus .
Amem
Eu Sou Dharma DhannyaEL

domingo, 4 de julho de 2010

dançando na vida




O louco...



Um louco existe dentro de todos nós.

Dançarino livre, andarilho,

herói que sai pelo mundo em busca de experiências, amor,

de vitórias, de liberdade e alegrias.

Ele caminha no mundo e encontra alegrias e tristeza, perdas e ganhos.

E, é através deste salto que ele poderá chegar ao auto-conhecimento,

ele pertence ao mundo de magos, músicos, ciganos, artistas, mágicos...

Podemos encontrá-lo como um mágico (Merlin), Rei Momo,

Artista - como um Mago, Bobo da Corte, Mendigo, seresteiro,Poeta,

Humorista, Maestro, Mestre de Bateria, Cartunista..

quinta-feira, 1 de julho de 2010

O Carro - palavras chaves






Resumo das palavras chaves do O Carro.
Dharma dhannyael
“O Senhor do triunfo e da Luz”.
Atividade, ação e reação. Movimento. Mobilidade que domina a inércia e a fixação. Livre arbítrio , escolhas bem sucedidas levam o carro na direção da Luz.

Liberdade é dharma conquistado da vitória. Individuação. Purificação. Iluminação. União. A inteligência unida a força do corpo que controla as emoções nos oferece a taça da vitória. Poder, força e a coragem ingredientes que dão asas a liberdade.
- - liberdade - numero 7 é conquista com o equilíbrio, força, tenacidade, perseverança, harmonia, maestria, empenho.
- poderes divinos o rei é coroado.
- freio o limite, contenção, habilidade social.
- coragem, força e percepção. Segurança, Inteligência superior. Progresso

O cetro e a coroa do condutor nos permitem reconhecê-lo como um mensageiro da Luz, da revelação e da expansão, que se unem para conduzir a totalidade.
Coroa – energia do Sol – consciência da Unidade. Contato com o Espírito que guia – o Sol.

A justiça guia o carro com a harmonia. Flexibilidade e determinação. Controle na direção. Comando. Domínio das emoções, humores, com vontade firme e direcionada para a meta a ser conquistada. Conquista do espaço, do comando. Direção.
"O ser viaja no carro do corpo, guiado pelo intelecto, e arrastado corre pelos potentes cavalos dos sentidos, cujo freio é a mente. Assim corre o veículo pelo caminho da Experiência...O Eterno, sempre oculto em todas as coisas, nunca se manifesta; porém percebe-o claramente o agudo intelecto dos capazes de escrupulosa observação" Upanishads

A Providência Divina guia-nos sempre por meio da Palavra Interna, que é a Voz de Deus em cada um de nós."Aquele que tem o domínio das seis qualidades mentais, a saber: o domínio de si em relação ao mental, o domínio de si na ação, a tolerância, o contentamento, a a perseverança e a confiança, fortaleceu a sua vontade por meio de exercícios e disciplina , pode ser senhor do seu coração, senhor da sua mente."

- os cavalos preto e branco demonstrando a possibilidade de que as oposições se equilibrem e trabalhem em conjunto, por um objetivo em comum.

Relaciona-se com Netzah – a Vitória, o mundo dos anjos, as crianças de Elohim.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

O melhor texto que já li



Encontro com a Luz Maiorhttp://chamabranca.multiply.com/?&show_interstitial=1&u=Mellen-Thomas Benedict é um artista que sobreviveu a uma experiência de quase-morte em 1982. Ele permaneceu morto por mais de uma hora e meia após ter morrido de câncer. Na hora de sua morte ele saiu do corpo e foi para a luz. Ele estava curioso a respeito do universo, e foi levado pra longe, para as profundezas remotas da existência e além, para o vazio energético do nada que existe por detrás do Big Bang. Durante a sua experiência, ele absorveu uma quantidade enorme de informações sobre a reencarnação. Por causa da sua experiência de quase-morte, ele trouxe de volta descobertas científicas. O Sr. Benedict tem estado profundamente envolvido com os mecanismos de comunicação celular e pesquisas sobre o relacionamento entre a luz e a vida que se chama Biologia Qüântica. O Sr. Benedict descobriu que as células vivas respondem muito rapidamente à estimulação de luz e isto resulta entre outras coisas, numa cura de alta velocidade. Ele é um pesquisador, inventor e palestrante, que tem seis patentes nos Estados Unidos. A experiência quase-morte do Sr. Benedict foi re-impressa aqui com autorização dos autores Dr. LeeWorth Bailey e Jenny Yates. O seu livro excelente intitulado The Near-Death Experience: A Readerpublicado pela Routledge, Nova York, em 1996, é altamente recomendável pelo webmaster. Uma parte da sua experiência de quase-morte também aparece no livro de P. M. H. Atwater, Beyondthe Light . Sobre a experiência de Mellen, Dr. Ken Ring ressaltou, "Sua história é uma das mais extraordinárias dentro da extensa pesquisa que tenho feito sobre experiências de quase-morte." * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * O CAMINHO PARA A MORTE Em 1982 eu morri de um câncer terminal. A doença era inoperável, e todos os tipos de quimioterapia que me davam me faziam vegetar cada vez mais. Os médicos me deram de seis a oito meses de vida. Eu fui um obstinado por informações nos anos 70, e me tornei cada vez mais desanimado por causa da crise nuclear, da crise ecológica e esses assuntos. E, por não ter uma base espiritual, eu passei a acreditar que a natureza havia cometido um engano e que nós provavelmente éramos um organismo canceroso no planeta. Eu não via nenhuma saída para os problemas que tínhamos criado para nós mesmos e para o planeta. E enxergava todos os humanos como sendo câncer, já que era isso que eu tinha. Foi isso que me matou. Cuidado com a sua visão do mundo. Ela pode se voltar contra você, especialmente se for uma visão de mundo negativa. Eu tinha uma visão gravemente negativa. Isto foi o que me conduziu à morte. Eu tentei vários métodos alternativos de cura, mas nada ajudou. Então eu decidi que isto ficaria apenas entre eu e Deus. Na verdade eu nunca havia encarado Deus antes, nem lidado com Ele. Eu não tinha nenhuma espiritualidade na época, mas eu comecei uma jornada para aprender espiritualidade e curas alternativas. Eu li tudo o que pude e me agarrei ao assunto, porque eu não queria ter uma surpresa quando chegasse do outro lado. Comecei a ler sobre várias religiões e filosofias. Tudo era muito interessante e me deu uma esperança de que havia alguma coisa do outro lado. Por outro lado, eu era um artista liberal que fazia vitrais e não possuía assistência médica. Então, todas as minhas economias se foram do dia pra noite nos exames médicos. Enfrentei os médicos sem nenhum tipo de seguro. Eu não queria que a minha família se afundasse financeiramente e decidi lidar com isso sozinho. Eu não tinha dores constantes, mas apagava de vez em quando. Fiquei de um jeito que nem me atrevia a dirigir e eventualmente ia parar no hospital. Eu contratei minha própria enfermeira. E fui abençoado por este anjo, que ficou junto comigo na fase terminal. Eu durei cerca de dezoito meses. Não quis tomar muitos remédios, para ficar o mais consciente possível. E comecei a ter tanta dor, que isso era a única coisa de que eu tinha na consciência, felizmente por poucos dias de cada vez. A LUZ DE DEUS Eu me lembro de acordar um dia em casa por volta das 4:30 da manhã, sabendo que estava acabado. Este era o dia em que eu ia morrer. Então eu chamei uns amigos para me despedir. Eu acordei minha enfermeira e disse a ela. Eu tinha um acordo particular com ela de que ela deixaria meu corpo morto sozinho por umas seis horas, porque eu tinha lido que muitas coisas interessantes acontecem quando você morre. Eu voltei a dormir. A próxima coisa que eu lembro é o começo de uma típica experiência quase-morte. Subitamente eu estava totalmente consciente e de pé, mas meu corpo estava na cama. Tinha uma escuridão à minha volta. A experiência de estar fora do corpo foi mais vívida do que as experiências ordinárias. Foi tão vívida, que eu podia ver cada cômodo da casa, eu podia ver o topo da casa, eu podia ver em volta da casa, eu podia ver em baixo da casa. Havia uma luz brilhando. Eu me virei para ela. A luz era muito similar à que muitas outras pessoas haviam descrito nas suas experiências quase-morte. A Luz é magnífica. É tangível; você pode senti-la. É atraente; você quer ir pra ela da mesma forma como você iria para os braços da sua mãe ou do seu pai ideais. À medida que eu fui me movendo para a luz, senti intuitivamente que se eu fosse até lá, eu estaria morto. Então, na medida em que eu ia me movendo para a luz, eu disse, "Por favor, espere um pouco, espere um segundo. Eu quero refletir sobre isto; eu gostaria de conversar com você antes de ir." Para a minha surpresa, toda a experiência parou naquele ponto. Você está, sim ,no controle de sua experiência quase-morte. Isto não é como um passeio na montanha-russa. Então meu pedido foi honrado e eu tive algumas conversas com a luz. A luz estava sempre se transformando em figuras como Jesus, Buda, Krishna, mandalas, imagensarquetípicas e simbólicas. Eu perguntei a ela "o que está acontecendo aqui? Por favor ,luz, esclareça-me. Eu realmente quero saber a verdade sobre esta situação". Eu não tenho palavras exatas para dizer, porque foi um tipo de telepatia. A luz respondeu. A informação que foi transferida a mim foi de que as suas crenças dão forma ao tipo de "feedback" que você obtém diante da luz. Se você for Budista ou Católico ou Fundamentalista, você terá um feedback relacionado com o que você acredita. Você tem uma chance de olhar e examinar as coisas, mas a maioria das pessoas não faz isso. Enquanto a luz se revelava para mim, eu me dei conta de que o que eu realmente estava vendo era uma matriz de nosso Eu Superior. O que eu posso dizer é que aquilo se transformou em uma matriz,uma mandala de almas humanas, e o que eu percebi foi que o que nós chamamos de Eu Superior em cada um de nós, é na verdade uma matriz. E é também um canal condutor para a Fonte; cada um de nós vem diretamente de lá, como uma experiência direta da Fonte. Todos temos um Eu Superior, ou uma parte além-alma. Ela se revelou para mim na sua forma mais verdadeira. A única forma que eu encontrei para descrever isso é o que o Eu Superior é como um canal. Ele não parece um canal, mas é uma conexão direta com a Fonte que todos nós temos. Nós estamos diretamente conectados com a Fonte. A luz estava me mostrando a matriz do Eu Superior. E ficou bem claro para mim que todos os EusSuperiores estão conectados como um ser só, todos os humanos estão conectados como um ser só, nós somos na verdade o mesmo ser, diferentes aspectos do mesmo ser. Independentemente de religiões. Este foi o meu feedback. E eu vi a mandala de seres humanos. É a coisa mais linda que eu já vi. Eu fui até ela e foi simplesmente magnífico, avassalador. Era como se todo o amor que você sempre quis estivesse ali. Aquele tipo de amor que cura, que cicatriza, que regenera. Enquanto eu pedia que a luz continuasse explicando, eu entendi o que é a matriz do Eu Superior. Nós temos uma rede em volta do planeta onde todos os Eus Superiores estão conectados. É como uma grande companhia, um nível de energia sutil que está próximo, o nível espiritual, pode-se dizer. Então, após uns minutos, eu pedi por mais esclarecimento. Eu realmente queria saber sobre o universo, e eu estava pronto para saber naquele momento. Eu disse, "Estou pronto, pode me levar". Então a luz virou a coisa mais linda que eu já vi até hoje: a mandala de almas humanas neste planeta. E eu com a minha visão negativa sobre o que aconteceu no planeta. Conforme eu pedia à luz para continuar me esclarecendo, eu vi nessa mandala como nós somos lindos na nossa essência, no nosso núcleo. Nós somos as mais lindas criações. A alma humana, a matriz humana da qual todos fazemos parte, é absolutamente fantástica, requintada, exótica, tudo. Eu não tenho palavras suficientes para expressar como este instante mudou a minha visão do ser humano. E disse, "Oh, Deus, eu não sabia o quanto somos belos" Em qualquer nível, alto ou baixo, em qualquer forma que você esteja, você é a criação mais linda, sim. Eu fiquei atônito ao perceber que não existe nada de mau em nenhuma alma. E disse, "Como pode ser?" E a resposta foi que nenhuma alma era ruim por natureza. As coisas terríveis que acontecem com as pessoas podem levá-las a fazer coisas ruins, mas suas almas não são más. O que todas as pessoas buscam, e o que as sustenta, é o amor, a luz me disse. O que distorce as pessoas é a falta de amor. As revelações vindas da luz pareciam não ter fim, e então eu perguntei, "Isto quer dizer que a raça humana será salva?" E a Grande Luz falou, ao som de um tipo de toque de trombetas e com uma chuva de luzes espiraladas, "Lembre-se disso e nunca esqueça; você salva, redime e cura a si mesmo. Você sempre pôde fazer isto. Você sempre poderá. Você foi criado com este poder, desde antes do começo do mundo." Naquele momento eu fui até mais longe. Eu entendi que NÓS JÁ FOMOS SALVOS, e nós nos salvamos porque fomos feitos para a auto-correção, assim como o resto do universo de Deus. Este é o porquê da segunda vinda. Eu agradeci à Luz de Deus com todo o meu coração. A melhor coisa que eu pude dizer foram estas palavras simples de agradecimento pleno: "Oh Deus amado, Universo querido, amado Ser Superior, eu amo a minha vida." A luz parecia respirar em mim ainda mais profundamente. Era como se a luz estivesse me absorvendo completamente. O amor que a luz é, até esse dia, é algo indescritível. Eu penetrei em uma outra realidade, mais profunda que a anterior, e percebi algo muito, muito maior. Era um fluxo de luz, vasto e repleto, no meio do coração da vida. Eu perguntei o que era aquilo. A luz respondeu, "Este é o RIO DA VIDA. Beba desta água manancial para satisfazer o seu coração". E assim fiz eu. Tomei um grande gole e depois mais um. Beber da própria vida! Eu fiquei em êxtase. E então a luz disse, "Você deseja algo." A luz sabia tudo sobre mim, todo passado, presente e futuro. "Sim!" eu sussurrei Eu pedi para ver o resto do universo; além do nosso sistema solar, além de toda a ilusão humana. A luz então me disse que eu poderia ir com o Rio. Eu fui, e fui carregado através da luz para o fim do túnel. Eu senti e ouvi uma série de estrondos sonoros muito suaves. Que enxurrada! De repente, eu parecia estar sendo lançado para fora do planeta no rio da vida. Eu vi a Terra voar para longe. O sistema solar, com todo seu esplendor passou por mim a toda velocidade e desapareceu. Mais rápido que a velocidade da luz, eu voei através do centro da galáxia, absorvendo cada vez mais conhecimento. Eu aprendi que esta galáxia, e todo o universo, estão abarrotados das mais variadas espécies de VIDA. Eu vi muitos mundos. A boa notícia é que não estamos sós neste universo! Conforme eu viajava por este fluxo de consciência através do centro da galáxia, o fluxo estava se expandindo em imponentes ondas fractais de energia. Os super-conglomerados de galáxias com toda sua sabedoria ancestral passaram por mim. Aquilo foi uma maravilha inimaginável! Eu realmente estava como uma criança maravilhada; um bebê no mundo da fantasia! Parece que todas as criações do universo passavam voando por mim e desapareciam num ponto de luz. Quase que imediatamente uma segunda luz apareceu. Ela vinha de todos os lados, e era bem diferente; uma luz composta de mais do que todas as freqüências no universo. E novamente eu senti e ouvi um monte de estrondos sonoros suaves. Minha consciência ou meu ser, estavam se expandindo para todo o universo holográfico e para além dele. Conforme eu passava pela segunda luz, eu me dei conta de que eu tinha transcendido a verdade. Estas são as melhores palavras que eu encontrei, mas vou tentar explicar melhor. Conforme eu passava pela segunda luz, eu me expandi além da primeira luz. Eu me encontrei num profundo estado de quietude, além de todo e qualquer silêncio. Eu pude ver ou perceber o SEMPRE, além do infinito. Eu era o vazio. Eu estava na pré-criação, antes do Big Bang. Eu ultrapassei o começo do tempo - a primeira palavra - a primeira vibração. Eu estava no centro da criação. Eu senti como se eu estivesse tocando a face de Deus. Não foi um sentimento religioso. Eu estava simplesmente em harmonia com a vida absoluta e com a consciência. Quando eu digo que eu pude ver ou perceber o sempre, eu quero dizer que eu pude vivenciar toda a criação se Depois do meu regresso, eu fiquei anos assimilando a experiência do vazio. E o que eu posso dizer é que o vazio é ao mesmo tempo menos do que nada e mais do que tudo que existe. O vazio é o zero absoluto; o caos formando todas as possibilidades. É a consciência absoluta, ainda mais do que a inteligência universal. Onde está o vazio? Eu sei. Está dentro e fora de tudo. Você, neste momento, enquanto vive, está sempre dentro e fora do vazio simultaneamente. Você não precisa ir a lugar algum nem morrer para chegar lá. O vazio é o vácuo ou o nada entre todas as manifestações físicas. O ESPAÇO entre átomos e seus componentes. A ciência moderna começou a estudar esse espaço entre tudo. Eles chamam a isso de Ponto Zero. Sempre que eles tentaram mensurá-lo, chegavam à conclusão de que não tinham instrumentos com escalas compatíveis, que seriam infinitas, por assim dizer. Existe muito mais 'Ponto Zero' no seu próprio corpo e no universo do que qualquer outra coisa! O que os místicos chamam de vazio não é vazio. É cheio de energia, uma energia diferente, que criou tudo o que somos. Tudo, desde o Big Bang, é vibração, desde a primeira palavra, que é a primeira vibração. O "I AM" bíblico realmente tem um ponto de interrogação depois. "I AM? What AM I?" Então a criação é Deus explorando a Si Mesmo através de tudo o que se possa imaginar, numa contínua e infinita exploração por meio de cada um de nós. Através de cada fio de cabelo da sua cabeça, através de cada folha, em cada árvore, através de cada átomo, Deus está explorando a Si Mesmo, o grande "I AM". Eu comecei a enxergar que tudo o que é, é o Eu (Self), literalmente; o seu Eu (your Self), o meu Eu ( my Self). Tudo é o grande Eu. É por isso que até quando uma folha cai Deus sabe. Isto é porque onde quer que você esteja, este é o centro do universo. Em qualquer lugar que qualquer átomo estiver este é o centro do universo. Deus está lá e Deus está no vazio. Enquanto eu estava explorando o vazio e todos os Yugas ou criações, eu estava totalmente fora das nossas concepções de tempo e espaço. E eu descobri, nesse estado expandido, que a criação é puramente consciência absoluta, ou Deus, vindo para a experiência da vida que conhecemos. O vazio em si é destituído de experiência. Ele é pré-vida, antes da primeira vibração. A Mente de Deus é mais do que vida e morte. Portanto, existem muitas coisas além de vida e morte para se experimentar no universo! Eu estava no vazio e estava consciente de tudo o que já foi criado. Era como enxergar com os olhos de Deus. De repente eu não era mais eu. A única coisa que eu posso dizer é que eu estava vendo com os olhos de Deus. E subitamente eu soube o porquê de cada átomo, e pude enxergar tudo. O interessante foi que eu fui para o vazio e eu voltei com o entendimento de que Deus não está lá. Deus está aqui. É isso. Então a busca constante da raça humana de ir para fora para achar Deus......Deus deu tudo para nós, tudo está aqui, é aqui que está. E o que nós estamos vivendo agora é a exploração de Deus sobre Si mesmo em nós. As pessoas estão tão ocupadas tentando se tornar Deus que elas deveriam entender que nós já somos Deus e Deus está se tornando nós. É exatamente isso. Quando eu entendi isso, eu já estava satisfeito com o vazio, e queria retornar a esta criação ou Yuga. Parecia a coisa mais natural a ser feita. Então eu de repente voltei pela segunda luz, ou Big Bang, e escutei mais alguns estrondos. Eu vim pelo rio da consciência de volta por toda a criação. Que passeio! Os super-conglomerados de galáxias passaram por mim, me dando ainda mais insights. Eu passei pelo centro da nossa galáxia, que é um buraco negro. Buracos negros são os grandes processadores ou recicladores do universo. Você sabe o que existe do outro lado de um buraco negro? Somos nós; nossa galáxia, que foi re-processada de um outro universo. Na sua configuração energética total, a galáxia parecia um fantástica cidade de luzes. Toda energia deste lado do Big Bang é luz. Cada sub-átomo, átomo, estrela, planeta, até a própria consciência é feita de luz e tem uma freqüência e/ou partícula. Luz é uma coisa viva. Tudo é feito de luz, até as pedras. Então tudo está vivo. Tudo é feito da luz de Deus; tudo é muito inteligente. A LUZ DO AMOR Conforme eu vinha pelo rio, eventualmente eu avistei uma luz enorme vindo. Eu sabia que era a primeira luz, a matriz do Eu Superior do nosso sistema solar. Então o sistema solar inteiro apareceu na luz, acompanhado de um daqueles estrondos suaves. Eu vi que o sistema solar no qual vivemos é o nosso maior corpo. Este é o nosso corpo local e somos muito maiores do que imaginamos. Eu vi que o sistema solar é o nosso corpo. Eu sou uma parte dele, e a Terra é um grande ser criado que somos nós, e nós somos a parte dela, que sabe que é assim. Mas nós somos apenas uma parte dela. Nós não somos tudo, mas somos uma parte que sabe que é assim. Eu pude vislumbrar toda a energia que esse sistema solar gera, e esse é um show de luzes inacreditável! Eu pude escutar a Música das Esferas . Nosso sistema solar, assim como todos os corpos celestes, gera uma matriz única de luz, som e energias vibracionais. Civilizações avançadas de outros sistemas estelares podem localizar vida no universo na forma que a conhecemos pela vibração ou padrão matricial. Como em uma brincadeira de crianças. As crianças da Terra (seres humanos) produzem um som abundante neste momento, como crianças brincando no quintal do universo. Eu fui pelo rio até o centro da luz. Senti-me abraçado por ela conforme ela ia me levando para dentro de sua respiração novamente, seguido por mais um estrondo. Eu estava na grande luz de amor com o rio da vida fluindo através de mim. E tenho que dizer de novo, esta é a luz mais amorosa e sem julgamentos que existe. É o pai-mãe ideal para a sua criança. "E agora?" eu me perguntei. A luz me explicou que não existe morte; somos seres imortais. Nós já estivemos vivos desde sempre. Eu compreendi que fazemos parte de um sistema vivo que se recicla eternamente. Ninguém me disse que eu tinha que voltar. Eu simplesmente soube que eu voltaria. Era natural, a partir do que eu tinha visto. Eu não sei quanto tempo eu fiquei com a luz, em tempo humano. Mas chegou um momento em que eu percebi que todas as minhas perguntas tinham sido respondidas do outro lado, de verdade. Todas as minhas perguntas tinham sido respondidas. Cada ser humano tem uma vida diferente, e perguntas diferentes. Algumas de nossas perguntas são universais, mas cada um de nós explora isso a que chamamos vida de uma forma própria. E assim é com todas as formas de vida, de montanhas até cada folha em cada árvore. E isso é muito importante para o resto de nós neste universo. Porque tudo contribui para a Grande Figura, a totalidade da vida. Nós somos literalmente Deus explorando a Si Mesmo na dança infinita da vida. A peculiaridade de cada um contribui com toda a existência. O RETORNO À TERRA Enquanto eu retornava para o ciclo da vida, nem passou pela minha mente, e também ninguém me disse que eu retornaria para o mesmo corpo. E também nem importava. Eu tinha total confiança na luz e no processo da vida. Conforme o rio se fundiu com a grande luz, eu pedi para nunca esquecer as revelações e as sensações do que eu tinha aprendido do outro lado. Eu ouvi um "Sim". Foi como um beijo na minha alma. Então eu fui conduzido de volta pela luz na realidade vibratória novamente. O processo inteiro se reverteu, até com mais informação sendo passada para mim. Eu voltei para casa, e eu estava tendo lições sobre os mecanismos da reencarnação. Eu estava obtendo respostas para todas aquelas pequenas perguntas que eu tinha: "Como isto funciona? Como aquilo funciona?" Eu sabia que eu reencarnaria. A Terra é um grande processador de energia, e a consciência individual desenvolve-se a partir do interior de cada um. Eu pensei em mim como um humano pela primeira vez, e fiquei feliz por sê-lo. Depois de tudo o que eu vi, eu já ficaria feliz em ser um átomo no universo. Um átomo. Imagine ser a parte humana de Deus...essa é a bênção mais fantástica. É uma benção que está muito além da maior expectativa do que uma benção pode ser. Para cada um de nós, ser a parte humana dessa experiência é algo imponente, magnífico. Cada um de nós, independentemente de onde estivermos, com problemas ou não, é uma benção para o planeta, onde estivermos. Então eu passei pelo processo de reencarnação esperando ser um bebê em algum lugar. Mas eu estava recebendo um ensinamento sobre como a identidade individual e a consciência se desenvolvem. E eu reencarnei de volta neste corpo. Eu fiquei muito surpreso quando abri meus olhos. E não sei por que, porque eu já tinha entendido isso, mas ainda assim foi uma surpresa estar de volta neste corpo, de volta ao meu quarto, com alguém se debulhando em lágrimas por cima de mim. Era minha enfermeira. Ela desistiu uma hora e meia após me encontrar morto. Ela teve certeza de que eu estava morto; todos os sinais de morte estavam lá - e eu já estava ficando enrijecido. Não sabemos há quanto tempo eu estava morto, mas sabemos que se passou uma hora e meia desde que eu fui encontrado. Ela tinha respeitado o meu desejo de deixar meu corpo recém-falecido a sós por umas horas, o máximo que ela pudesse. Nós tínhamos um estetoscópio amplificado e muitas maneiras de checar as funções vitais do corpo para ver o que estava acontecendo. Ela pode verificar que eu estava morto mesmo. Não foi uma experiência de quase-morte. Eu experienciei a morte por no mínimo uma hora e meia. Ela me encontrou morto e olhou o estetoscópio, a pressão arterial e o monitor cardíaco por uma hora e meia. Daí eu acordei e vi luz do lado de fora. Eu tentei levantar para ir até ela, mas eu caí da cama. Ela ouviu o barulho, entrou correndo e me encontrou no chão. Quando me recuperei, eu estava muito surpreso e ainda atônito sobre o que tinha acontecido comigo. No começo, toda a memória da viagem que eu fiz não estava lá. Eu continuava escorregando para fora deste mundo e continuava perguntando "será que estou vivo?" Este mundo parecia mais um sonho do que o de lá. Em três dias eu estava me sentindo normal novamente, com mais clareza, embora de uma maneira que eu nunca tinha me sentido antes. Minha lembrança da viagem voltou um pouco depois. Eu não conseguia ver mais nada de errado com os seres humanos como eu via antes. Antes disso tudo eu costumava julgar muito. Eu achava que muitas pessoas eram problemáticas, na verdade todos eram problemáticos, menos eu. Mas eu curei tudo isso. Cerca de três meses depois, um amigo me falou que eu deveria fazer exames, e assim eu fiz. Eu estava me sentindo muito bem, mas fiquei com medo de ter más notícias. Eu me lembro do médico na clínica olhando para os exames de antes e de depois, dizendo, "Bem, você não tem nada." Eu disse, "Verdade? Isto é um milagre?" Ele disse, "Não, essas coisas acontecem, e são chamadas de remissões espontâneas." Ele não se impressionou. Mas foi um milagre, e eu me impressionei, mesmo se ninguém mais o fizesse. AS LIÇÕES APRENDIDAS O mistério da vida tem muito pouco a ver com inteligência. O universo não é um processo intelectual mesmo. O intelecto ajuda; é brilhante, mas agora é só com isso que a gente processa, ao invés de nossos corações e a parte mais sábia de nós. O centro da Terra é um grande transmutador de energia, como vemosem filmes sobre o campo magnético da Terra. Esse é nosso ciclo, atraindo almas reencarnadas de volta e completando novamente o ciclo. Um sinal de que você está atingindo o nível humano é quando você começa a desenvolver uma consciência individual. Os animais tem uma alma grupal, e eles reencarnam em grupos de almas. Um veado será um veado para sempre. Mas ao se tornar um humano, não importa se um humano deformado ou um gênio, mostra que você está no caminho do desenvolvimento de uma consciência individual. Isto faz parte da consciência de grupo à qual chamamos humanidade. Eu vi que as raças são conglomerados de personalidades. Nações como França, Alemanha e a China têm cada uma a sua personalidade. Cidades tem personalidades, elas têm grupos de almas que atraem certas pessoas. Famílias têm grupo de almas. A personalidade individual está se desenvolvendo como ramificações de um fractal: a alma grupal se explora na nossa individualidade. As diferentes questões que cada um de nós tem são muito, muito importantes. Esta é a forma pela qual a Mente de Deus explora a si mesma - através de você. Então faça as suas perguntas, realize as suas pesquisas. Você encontrará o seu Eu e encontrará Deus neste Eu, porque só existe o Eu. Mais do que isto, eu comecei a ver que cada um de nós, humanos, somos almas-gêmeas. Nós somos parte da mesma alma, que se fragmenta (fractaling) em diversas e criativas direções, mas ainda é a mesma alma. Agora quando eu olho pra qualquer ser humano eu vejo uma alma-gêmea, minha alma-gêmea, aquela que eu sempre procurei. Além disso, a maior alma-gêmea que você irá encontrar é você mesmo. Somos todos masculinos e femininos. Nós vivemos isso no útero e nos estágios de reencarnação. Se você está procurando por uma alma-gêmea definitiva fora de você, pode ser que você não encontre, ela não está lá. Assim como Deus não está "lá". Deus está aqui. Não procure Deus fora. Procure Deus aqui. Olhe para o seu Eu. Comece pelo maior caso de amor que você jamais teve...com você mesmo. A partir daí você passará a amar tudo. Eu fiz uma descida ao que vocês chamariam de inferno, e foi muito surpreendente. eu não encontrei satã ou o mal. Minha descida ao inferno foi uma descida à miséria humana, à ignorância e escuridão do não-saber dentro de cada um. Parecia uma eternidade de miséria. Mas cada uma das milhões de almas à minha volta tinham uma pequena estrela de luz sempre disponível. Mas ninguém parecia prestar atenção nela. Eles estavam consumidos pela sua própria dor, trauma e miséria. Mas, após o que parecia uma eternidade, eu comecei a buscar aquela luz, como uma criança pedindo a ajuda dos pais. Então a luz se abriu formando um túnel que veio direto para mim e me isolou daquele medo e daquela dor. Isto é o que o inferno realmente é. Então o que estamos fazendo é aprender a dar as mãos, e nos unir. As portas de saída do inferno estão abertas agora. Nós vamos nos unir, dar as mãos e sair do inferno juntos. A luz veio para mim e se transformou em um enorme anjo dourado. Eu disse "você é o anjo da morte?" Ele expressou para mim que ele era minha alma superior, minha matriz do Eu Superior, uma partesuper-antiga de nossos seres. Então eu fui levado para a luz. Em breve nossa ciência irá quantificar o espírito. Não será maravilhoso? Estão aparecendo aparelhos que são sensíveis à energia sutil ou espiritual. Os físicos utilizam os aceleradores de partículas para esmagar átomos e ver do que eles são feitos. Eles chegaram aos quarks e charms, e tudo mais. Bom, um dia eles chegarão àquilo que mantém tudo isso junto e eles serão obrigados a chamar isso de....Deus. Com os aceleradores de partículas, eles não apenas vêem o que está aqui, mas eles estão criando partículas. Graças a Deus a maioria delas tem vida curta de mili-segundos enano-segundos. Nós apenas estamos começando a entender que nós também estamos criando, conforme caminhamos. Como eu vi a eternidade, eu vim para uma realidade na qual existe um ponto em que passamos todo o conhecimento e começamos a criar o próximo fractal. Temos o poder de criar conforme vamos explorando. E isso é Deus expandindo seu ser através de nós. Desde o meu retorno, eu venho experimentando a luz espontaneamente, e eu aprendi como ir para aquele espaço quase que em qualquer hora na minha meditação. Cada um de vocês pode fazer isso. Já está no seu equipamento, você já está capacitado. O corpo é a luz mais maravilhosa que existe. O corpo é um universo de uma luz incrível. O Espírito não está nos forçando a dissolver o corpo. Não é isso que está acontecendo. Pare de tentar se tornar Deus; Deus está se tornando você. Aqui. A mente é como uma criança correndo pelo universo, exigindo e pensando que ela criou o mundo. Mas eu pergunto para a mente: "O que a sua mãe tinha a ver com isso? Este é o próximo nível de consciência espiritual. Ah, minha mãe! De repente você desiste do ego, porque você não é a única alma do universo. Uma das perguntas que eu fiz para a luz foi "o que é o céu?" Eu ganhei de presente um tour por todos os céus que foram criados: os Nirvanas, os Campos da Fartura, todos. Eu passei por eles. Eles são formas-pensamento que nós criamos. Nós não vamos realmente para o céu; nós somos re-processados. Mas seja o que quer que criemos, nós deixamos uma parte de nós lá. É real, mas não é a alma toda. Eu vi o céu cristão. Espera-se que seja um lugar lindo, e você fica na frente do trono, venerando eternamente. Eu tentei. É chato! Isso é tudo que iremos fazer? É infantil demais. Eu não pretendo ofender ninguém. Alguns céus são bem interessantes, e outros são muito chatos. Eu achei os céus dos povos ancestrais mais interessantes, como o dos índios norte-americanos, os Campos da Fartura. Os egípcios têm céus fantásticos. E assim por diante. Existem tantos deles... Em cada um deles há um fractal que é sua interpretação particular, a não ser que você faça parte do grupo de almas que acredita apenas no Deus daquela religião particular. Estamos muito juntos, no mesmo estádio de baseball. Mas mesmo assim, cada um é um pouco diferente. Tem uma parte sua que você deixa ali. Morte é vida, não é céu. Eu perguntei para Deus, "Qual é a melhor religião do planeta? Qual está certa?" E a mente de Deus disse, com muito amor, "Eu não me importo." Isto foi uma graça incrível. Isto significa que nós somos seres que nos importamos. Mas o Deus poderoso de todas as estrelas nos diz "Não importa em qual religião você está." Elas vêm e vão, elas mudam. O Budismo não esteve aqui sempre, o Catolicismo não esteve aqui sempre, e todos eles estão prestes a ficar mais iluminados. Mais luz está vindo para todos os sistemas agora. Haverá uma reforma na espiritualidade que será tão dramática quanto a reforma protestante. Vai ter um monte de gente brigando por causa disso, uma religião contra a próxima, acreditando que só ela está certa. Todo mundo pensa que é dono de Deus, as religiões e filosofias, especialmente as religiões, porque elas formam grandes organizações acerca de sua filosofia. Quando Deus disse "Eu não me importo", eu entendi imediatamente que é para a gente se importar. É importante, porque somos os 'cuidadores'. Importa para nós e isso que é importante. O que temos é uma equação de energia na espiritualidade. Em última instância, Deus não importa se você é Protestante, Budista ou seja lá o que for. Isto é apenas uma faceta do todo. Eu adoraria que todas as religiões entendessem isso e deixassem os outros Serem. Não é o fim das religiões, mas nós estamos falando do mesmo Deus. Viva e deixe viver. Cada um tem um ponto de vista diferente. E todos adicionam algo ao grande quadro; todos são importantes. Eu fui para o outro lado com um monte de medos sobre lixo tóxico, mísseis nucleares, explosão demográfica, florestas tropicais. E voltei amando cada problema. Amo a radioatividade. Amo aquela nuvem em forma de cogumelo, esta é a mandala mais sagrada que nós manifestamos até agora, como um arquétipo. Esta nuvem, mais do que qualquer religião ou filosofia na Terra, nos levou de repente para um outro nível de consciência, todos juntos. O fato de sabermos que nós podemos explodir o planeta 50 ou 500 vezes, nos fez finalmente perceber que estamos todos unidos neste momento. Por um período, eles tem que explodir mais bombas para que entendamos. Até que comecemos a dizer, "Nós não precisamos mais disso." Neste momento estamos no mundo mais seguro que já existiu, e ele vai ficar ainda mais seguro. Então eu voltei amando a radioatividade, porque ela nos uniu. Essas coisas são muito grandiosas. Como Peter Russel diria, estes problemas agora são do "tamanho da alma." Você tem respostas do tamanho da alma? SIM! A devastação das florestas tropicais vai diminuir, e em cinqüenta anos haverá mais árvores no planeta, como há muito tempo não vemos. Se você gosta de ecologia, você é aquela parte do sistema que está se tornado consciente. Vá com tudo, mas não fique deprimido. Isto é uma parte de um todo maior. ATerra está num processo de domesticação dela mesma. E nunca mais será um lugar tão selvagem como já foi no passado. Haverá lugares selvagens lindos, reservas onde a natureza será vicejante. Jardins e reservas serão a coisa do futuro. O aumento da população estará se aproximando de um alcance ótimo o suficiente para causar uma mudança na consciência. E esta mudança de consciência irá alterar política, dinheiro, energia. O que acontece quando sonhamos? Somos seres multidimensionais. Podemos acessar estas outras dimensões através dos sonhos lúcidos. Na verdade, o universo é o sonho de Deus. Uma das coisas que eu vi é que os humanos são um grão no planeta, que é um grão na galáxia, que por sua vez é um grão. Estes são sistemas gigantes, e nós estamos em um tipo de sistema mediano. Mas os seres humanos já são legendários em todo o cosmos da consciência. O pequenino ser humano da Terra/Gaia é legendário. Um dos motivos de sermos legendários é o fato de sonharmos. Nós somos sonhadores legendários. De fato, todo o cosmos tem buscado o significado da vida, o significado de tudo. E foi o pequeno sonhador que veio com a melhor resposta de todas. Nós sonhamos e criamos isso. Sonhos são importantes. Depois de morrer e voltar, eu realmente respeito a vida e a morte. Nas nossas experiências com o DNA, nós devemos ter aberto a porta de um grande segredo. Em breve será possível viver o quanto quisermos viver neste corpo. Depois de viver uns 150 anos mais ou menos, existirá uma sensação intuitiva da alma que fará você querer mudar de canal. Viver para sempre em um corpo não é tão criativo quanto a reencarnação, como transferir energia para este fantástico vórtice de energia em que nós estamos. Nós iremos, na verdade, ver a sabedoria da vida e da morte, e aproveitá-la. Nós já vivemos desde sempre, assim como estamos vivos agora. Este corpo que você está usando vive desde sempre. Ele vem de um infindável rio da vida, e vai de volta ao Big Bang e além. Este corpo dá vida à próxima vida, na energia densa e na sutil. Este corpo já vive desde sempre. "Nós vamos nos unir, dar as mãos e sair do inferno juntos." Mellen Thomas Benedict Gentilmente enviado por Geraldo Mikael d

sábado, 12 de junho de 2010

Gaytari - a Luz na escuridão - Meditando sobre o medo








Este mantra é poderoso , as vibrações que ele emana e sua magia está no poder divino do som das palavras que os gurus nos abençoaram no tempo e no espaço do agora.

Se voce está com muita raiva no coração, está dominado pelo adversário e este mantra é pura harmonia, e ele irá proteger sua mente, seus chakras, sua aura da desarmonia; e quando o inimigo pedir ódio  para se alimentar cante para ele, e envie amor de todos os gurus, mestres, guias espirituais, santos, anjos... para ele,

Se voce estiver deprimido isolado, triste e sem esperança cante e chame sua alma para comandar sua vida e confie na providencia Divina que canta na sua voz para a alegria e vitoria na sua vida.

 Se voce estiver desempregado, sem esperança cante a vitoria de Deus com este mantra. cante e cante sem parar e sem medo.
Mude sua vibração de fracasso, medo, ódio, carencia, isolamento e cante  e cante com todos que estão cantando agora e se unindo com a Unidade, com o coração de Deus Uno de todas as religiões.

 Se voce estiver condenado por programações de carma no passado, cante para Deus, para a liberdade e dance para sua libertação.
cante e cante e dançe a alegria da vida, da liberação. o canto em grupo é poderoso, porque cada alma está unida a 144 almas e muitas cantando irá aumentar  a vibração do dharma de todas as almas e irá iluminar o caminho de todos.

Este mantra  nos une com a consciencia do Eu Sou individualizada que espelha a Consciencia do Eu Sou Universal que perdemos um dia a consciência do fio que nos liga ao Um, e nos dividimos em dois - uma parte inconsciente, a alma - ligada ao Uma só consciencia, somos centelhas divina vivas dentro do corpo do Logos Solar e o Gaytari nos ilumina a consciencia, nossa memoria divina espiritual. Eu sou

Somos Um.

Gaytari -  a Luz na escuridão - Meditando sobre o medo,  depositado na mente.

Om bhur bhuvaha svaha
Tat savitur varenyam
Bhargo devasya dhimahi
Dhiyo yonah prachodayat
Gayatri Mantra (Tradução)

Ó Deus da vida que traz felicidade
Dá-nos tua luz que destrói pecados
Que a tua divinidade nos penetre

E possa inspirar nossa mente

OM BHUR BHUVAH SVAH


TAT SAVITUR VARENYAM


BHARGO DEVASYA DHIMAHI


DHIYO YONAH PRACHODAYAT

Visualize um sol Raio dourado acima da sua cabeça e medite com o Gaytari mantran

Olhe para esta luz e pense no céu da sua mente, iluminado com a luz de Deus.

Esta meditação está alicercada na prática do som do mantran Gayatri e da visualização da luz amarela, da flor de ouro em seu coração.

Seja feita a vontade da Luz de Deus.
Eu me entrego a Vontade de Deus e sigo em frente protegida e sou orientada cm a luz da Presença Divina que brilha acima da minha cabeça como um sol que é minha luz, minha sorte, minha força e poder divino.
Eu sou 

Escrevi este texto para tentar clarear o tema sobre a luz de Deus a Sabedoria do  amor Universal de Deus.


O Gayatri Mantra é o mais poderoso mantra dos Vedas. É devotado à deusa Gayatri (Mãe dos Vedas) e foi criado para receber as vibrações solares que nos trazem vigor e entusiasmo. Recomenda-se que ele seja cantado pela manhã, durante ou um pouco após o nascer do sol.

Nunca abandonem o Gayatri; vocês podem deixar ou ignorar qualquer outro mantra, mas vocês deveriam recitar o Gayatri pelo menos algumas vezes durante o dia. Ele os protegerá dos perigos onde quer que vocês estejam – viajando, trabalhando ou em casa.

Os ocidentais investigaram as vibrações produzidas por este mantra e descobriram que  a atmosfera ao redor torna-se visivelmente iluminada. Assim, o resplendor de Brahma descerá sobre vocês, animará os seus intelectos e iluminará o seu caminho quando este mantra for entoado. Gayatri é a Mãe, a força que anima toda a vida. Portanto, dele não se descuide nunca." (SAI BABA)





O mantran Gayatry,poderá ajudá-la a não ter medo, porque a linguagem da luz deste mantran poderá "desprogramar "os demônios do medo (limitação do carma) adquiridos em outras vidas.


você (o eu) espelha em seu coração a sabedoria divina.


Os servidores da Luz enviaram para você esta luz.


Lembre-se dela nos momentos de confusão, desorientação, nas provas,concursos, imagine um sol do lado direito da seu cérebro e do lado esquerdo a lua.


Faça uma integração harmonica em sua mente, espelho da mente divina Universal, inteligência que tudo permeia.


Eu Sou a manifestação da Inteligência divina em ação.


Eu sou Luz.


Para que a luz da sabedoria ilumine sua mente, sua alma necessita de paz e harmonia.


Sinta em sua respiração a harmonia com tudo e com todos.


Há nós, cordas, correntes que nos prendem na desarmonia, no combate em nossa mente.


Sempre que combatemos estamos com medo.


O medo é a maior do ego, ele impede que voce seja feliz,que voce confie no outro e entregue seu coração.


O amor é uma entrega. O amor é confiança


Aquele que não encontra paz está com medo. Perdeu a luz da fé - consciência da Divina Presença em seu coração.
Os guerreiros lutam vencem e morrem segurando as mãos de Deus. Entregam sua vida e sua morte a Deus, ao Espirito ...
a vontade de Deus orienta, guia o justo e íntegro. 
A consciência é a sabedoria que nos leva para escolha felizes e para a sintonia com pessoas que vibram em harmonia com o nosso Tao.


A Felicidade é uma oportunidade que o sábio percebe e valoriza e o ignorante pisa e segue...


A consciência nos orienta, antecipa, e é capaz de nos avisar dos perigos, tornar transparente a falsidade e as armadilhas.


A luz da compaixão irá iluminar a estrela da sorte que brilha sobre a sua cabeça com a alegria da vida.


A consciência é o Um (Grande Espírito).


A consciência é Deus dentro do seu coração.


O Poder de Deus está na luz da consciência da Unidade.


Mas o que é a consciência da Unidade?


Quando estamos integrados na natureza, com os animais, plantas, rios, mares, pedras, com toda a humanidade, estamos unidos na consciência Maior.


'Como se', eu estivesse diante de um espelho, sem perder a minha individualidade, eu me torno UM - espelho de Deus, manifestação da luz - Criadora de vida.


Eu me entrego confiante no poder da Luz,de Deus e sigo.


" No mundo da Criação são as energias puras de Luz, calor e Som que interagem.


O som é uma energia que se propaga no espaço. O mundo da criação , portanto é constituido de energias puras que interagem entre si.


A interação da luz e do som gerará um nova energia."


"As palavras Adonai Ehad ( O SENHOR É UM ) NA SHEMA são afirmação do Deus único.


A essência da divindade encontra-se em cada coisa. Só ela existe...


A consciência da Unidade nos torna Unidade.


A sabedoria da alma liberada, está integrada na consciência espiritual do UM, livre das formas, da dualidade e do apego,


É Luz que nos orienta, para o comando, liderança, liberdade.


A luz é liberdade plena sem restrição, sem medo, sem limitação.


Perdemos um dia a consciência do fio que nos liga ao Um, e nos dividimos em dois - uma parte inconsciente, a alma - ligada ao Um e outra parte O EU inferior ou excluído do Um.


O medo é a "perda" da consciência do poder pessoal, divino.


O medo orquestra a separação, ativa a reação ao ataque, ao isolamento, ao ódio, ao medo da medo da morte da destruição.


O medo nos fragiliza.


Perdemos a consciência da nossa identidade divina.


O eu Inferior, ego, a sombra do Self, torna-se mais sombrio quando acumula escuridão em seu coração, (ódio, medo, rancor, ressentimento, inveja, ...);


Se a escuridão é muito grande no coração, a alma "perde" as forças e fica sem luz, para se unir ao Grande Espírito (Consciência Divina do UM).


O UM nos fortalece, nos alimenta com ao fogo das graças da vida.


Quanto mais nos afastamos do Um, da união com o corpo do Um, corpo da vida de tudo e de todos, mais inconscientes nos tornamos.


O ego se afasta do Um para se unir ao UM-EGO-COLETIVO – que comanda inconscientemente o lado negro, escuro do Mau...


Existe um "UM- Negro-coletivo" que tornou-se uma criatura viva na mente de todos aqueles que se afastaram do Um, da luz do Amor divino.


A energia que move o Ego na sombra da escuridão do coletivo, se alimenta dos desejos de Poder, dominação, arrogância, controle, indiferença, raiva, ódio, promiscuidade, miséria, fome, a guerra...


A mente do Um Divino dentro da mente coletiva re-unida no Um na solidariedade, união, caridade, boa-vontade está sintonizada com o vir a ser, com a luz Maior com a consciência da alegria e da harmonia.


Eu Sou Luz. Espelhos da Luz Maior.
Mas, Deus é Unidade, onde Deus está não luz e nem trevas.


A mente da escuridão coletiva está sintonizada com a destruição, com a tristeza, infelicidade de tudo e de todos...


O medo é a ausência do amor, da compaixão da união.


É uma energia sem controle, sem limites dentro da mente do ego, que alimenta com o desejo de destruir o lado do fora da mente.


Agredir o mundo é destruir a si-mesmo...


Somos UM... Pense nisto...


Medite no UM...


Estar no Um é entrar no Vazio do UM...


Eu Sou a Divina Presença que há no UM.


Nascemos com a memória deste conflito registrado em nosso DNA; nossos antepassados ( o meu eu que re-torna) nos deixaram estes vínculos, de saparação e de luta para sobrevivência, luta para conquistar o território; este nós circulam em nossa mente como uma prisão para a alma afastada do Grande Um.


Não há consciência e libertação sem um coração aberto e generoso para tudo e para todos – Somos UM...


Beber na fonte do Grande Espírito do Um é estar aberto, receptivo à todas religiões, povos, sexo, sem condenação, julgamento, acusação,controle, manipulação e dominação.


Observamos que quando estamos envolvidos na compaixão com o outro e consigo mesmo, estamos sintonizados com a generosidade do UM...


Somos Um.


A mente do Um está dentro da nossa mente.Mas, sua alma necessita entregar-se para o outro, com o coração.


Quando eu falo entregar-se estou falando no nível espiritual, no universo da mente.


Não é fácil se libertar da programação do Ego coletivo que possui grande parte da nossa mente, que precisa sobreviver com a separação.


Muitas vezes tentamos nos libertar dos hábitos, dos apegos, do egoísmo, do medo - mesquinhez, inveja, e não conseguimos...


O ego inferior nos possui sem que tenhamos condições de nos libertar da nossa própria fraqueza.


A união gera a força do bem, da libertação da ignorância que corre em nossas veias.
A Era de Aquário pede a União, façam parte de grupos, voluntários da boa-vontade...


Principalmente aqueles que carregam uma sombra negra (pesada) em sua mente.


É como um vício – o ego, tem prazer com o prazer do egoísmo, do individualismo, narcisismo.


A cura deste vício, desta "doença", é a troca com pessoas de boa-vontade.


Esta sombra é vencida quando os olhos do outro nos envolve de amor, de gratidão...


O olhar do outro, de agradecimento de reconhecimento, de compaixão, liberta a alma para o encontro com o Grande Espírito.


A liberdade para o encontro com a luz é uma graça,um dharma,que circula na re-união.


Que a Luz do amor de Deus nos oriente no caminhos da nossa verdadeira vocação, do nosso grupo de almas de referência e afinidade.


Basta que um “necessitado” encontre água pura em nossa fonte, em nosso coração para que a água da redenção lave nossos “pecados”, vínculos com o carma do nosso passado.


O UM é Dharma é liberação do sofrimento, da solidão.


O UM - o altruísmo é o remédio para o vício do prazer em ser egoísta, ambicioso, corrosivo, desagregador em todos os sentidos.


Por isto é tão importante ser reconhecido e valorizado. Ao ser econhecido e amados sentimos que re-tornamos aos braços de Deus ( ao calor do fogo da união de todas as almas _ Luz Maior).


Estamos unidos e somos UM na Bondade Infinita do UM – o poder divino da redenção da União.


Estamos isolados do Grande Um, quando estamos unidos com a DESUNIÃO - é a ilusão do ego agarrado a existência individual, estamos com medo e com raiva; é o fracasso do bem comum, ´que é a força e poder do UM...


Estamos fora da luz, excluídos das graças divinas...


A grande Liberação do ego para o encontro do Um com tudo e todos é um caminho – “ O nó da serpente da mente conceitual se desenrosca no espaço”.


A alma ( o eu) necessita ser instruída, aprender e ser guiada quando não consegue se unir ao UM – se os laços são poderosos, se o karma é negro, se a ignorância é grande busque a luz na União...


“A verdadeira natureza da mente, “sua própria consciência nua”, não é nada mais do que o estado primordial de iluminação.


E esse estado primordial é a união indivisível dos princípios masculino e feminino Samantabhadra e Samantabhadri – a bondade Universal, sem princípio e sem fim.


É a descoberta final de nossa própria bondade básica. É a nossa consciência original que nunca se extraviou do estado desperto”.


O lugar do Vazio da Mente é o lugar do Um...


É o silêncio da linguagem humana – para o lugar da linguagem Divina do UM..


O saber da consciência que liberta é luz...


Receber a instrução para a luz é um caminho.


Eu Sou dharma Dhannyá